Seleccione Edição
Login

‘A Maldição da Residência Hill’ terá segunda temporada com uma nova história de terror

Rebatizada como ‘A Maldição de Bly Manor’, nova leva de episódios tem estreia prevista para 2020

Embora a trama de A Maldição da Residência Hill tenha terminado na sua primeira temporada, a Netflix viu um possível filão nesse que foi um dos seus grandes sucessos de público e crítica em 2018, e quatro meses depois de sua estreia anunciou que haverá uma segunda temporada, tornando-se assim uma antologia com uma história diferente a cada temporada.

Para a nova safra de episódios, a plataforma online contará novamente com Mike Flanagan como diretor e produtor-executivo e com Trevor Macy como produtor. Os dois assinaram um acordo com a Netflix para desenvolver e produzir novas séries com exclusividade. O primeiro projeto resultante é esta nova leva de A Maldição da Residência Hill, agora rebatizada como antologia A Maldição (The Haunting, na versão original).

Enquanto a temporada inicial se baseava no romance homônimo de terror gótico de Shirley Jackson, a nova leva terá como título A Maldição de Bly Manor, nome que faz referência ao casarão habitado pelos protagonistas do romance de terror A Outra Volta do Parafuso, de Henry James, lançado em 1898. Nele, uma jovem tutora, a narradora da história, chega para cuidar de duas crianças órfãs numa velha mansão vitoriana, um trabalho que será mais complicado do que parecia inicialmente devido aos traumas das crianças por seu passado recente e por situações vividas anteriormente pela protagonista.

Pouco a mais se sabe sobre esta nova temporada da série de terror. Mas está confirmado que nenhum dos protagonistas originais retornará para os novos episódios (embora não se saiba se o elenco será o mesmo). A primeira temporada narrava a história de uma família com cinco filhos em duas linhas temporais: o presente, que mostrava os traumas carregados pelos irmãos, e o passado na inquietante mansão de Hill House. O resultado foi um drama com toques de terror elogiado pela crítica e o público.

MAIS INFORMAÇÕES