Seleccione Edição
Login
Fotos da tragédia de Brumadinho
Familiares e amigos de vítimas da tragédia de Brumadinho fazem vigília em frente ao monumento da entrada da cidade. AFP

Brumadinho, as imagens de uma cidade de luto

13 fotos

Bombeiros continuam as buscas por 276 desaparecidos, enquanto cidade mineira sepulta os corpos das vítimas do desastre causado pelo rompimento da barragem de rejeitos da Vale. Familiares e amigos fazem vigília, em meio à procura por informações

  • Brumadinho possui pouco mais de 36.000 habitantes. A tragédia com a ruptura da barragem da Vale mobilizou moradores da cidade a realizar uma vigília em homenagem aos mortos, em uma emocionante cerimônia realizada na noite desta terça-feira, 29 de janeiro. Até esta quarta eram 84 mortes confirmadas, mas 276 pessoas continuam desaparecida, muitas delas habitantes da cidade, onde "todos se conhecem", como descrevem os moradores.
    1Brumadinho possui pouco mais de 36.000 habitantes. A tragédia com a ruptura da barragem da Vale mobilizou moradores da cidade a realizar uma vigília em homenagem aos mortos, em uma emocionante cerimônia realizada na noite desta terça-feira, 29 de janeiro. Até esta quarta eram 84 mortes confirmadas, mas 276 pessoas continuam desaparecida, muitas delas habitantes da cidade, onde "todos se conhecem", como descrevem os moradores. EFE
  • Familiares e amigos choram as perda de seus entes queridos e fazem uma vigília na entrada do município.
    2Familiares e amigos choram as perda de seus entes queridos e fazem uma vigília na entrada do município. EFE
  • No monumento da cidade de Brumadinho, fotos das vítimas da tragédia agora enfeitam o local, decorando com tristeza a entrada do município. Na imagem a foto de uma mulher que trabalhava na Vale e que foi vitimada pelo desastre com a barragem de rejeitos da mineradora.
    3No monumento da cidade de Brumadinho, fotos das vítimas da tragédia agora enfeitam o local, decorando com tristeza a entrada do município. Na imagem a foto de uma mulher que trabalhava na Vale e que foi vitimada pelo desastre com a barragem de rejeitos da mineradora. AFP
  • Familiares das vítimas depositaram fotos de pessoas desaparecidas ou mortas no desastre. O número oficial de mortes chegava a 84 nesta quarta-feira, sexto dia de buscas por soterrados.
    4Familiares das vítimas depositaram fotos de pessoas desaparecidas ou mortas no desastre. O número oficial de mortes chegava a 84 nesta quarta-feira, sexto dia de buscas por soterrados. AFP
  • Durante a cerimônia em homenagem aos mortos do desastre, familiares e amigos das vítimas colocaram fotos lembrando quem perdeu a vida sob a lama de rejeitos da mineradora.
    5Durante a cerimônia em homenagem aos mortos do desastre, familiares e amigos das vítimas colocaram fotos lembrando quem perdeu a vida sob a lama de rejeitos da mineradora. AP
  • Uma família se abraça emocionada em meio à vigília em homenagem às vítimas da tragédia de Brumadinho.
    6Uma família se abraça emocionada em meio à vigília em homenagem às vítimas da tragédia de Brumadinho. AP
  • No monumento de Brumadinho, familiares e amigos das vítimas da tragédia depositam fotos, velas e suas orações. O desastre com a barragem devastou a pequena cidade com pouco mais de 36.000 habitantes.
    7No monumento de Brumadinho, familiares e amigos das vítimas da tragédia depositam fotos, velas e suas orações. O desastre com a barragem devastou a pequena cidade com pouco mais de 36.000 habitantes. AFP
  • Enquanto familiares de vítimas sepultam seus entes queridos, outros aguardam desesperados por informações. Há ao menos 276 pessoas desaparecidas ainda, seis dias após o rompimento da barragem.
    8Enquanto familiares de vítimas sepultam seus entes queridos, outros aguardam desesperados por informações. Há ao menos 276 pessoas desaparecidas ainda, seis dias após o rompimento da barragem. REUTERS
  • Enquanto os bombeiros procuram os desaparecidos, em outro ponto da cidade as covas para sepultar as vítimas não param de ser abertas.
    9Enquanto os bombeiros procuram os desaparecidos, em outro ponto da cidade as covas para sepultar as vítimas não param de ser abertas. REUTERS
  • No cemitério
    10No cemitério EFE
  • A imagem dos helicópteros dos bombeiros levando corpos de pessoas soterradas pela lama de rejeitos é uma cena recorrente no céu de Brumadinho desde o rompimento da barragem da Vale na sexta-feira da semana passada.
    11A imagem dos helicópteros dos bombeiros levando corpos de pessoas soterradas pela lama de rejeitos é uma cena recorrente no céu de Brumadinho desde o rompimento da barragem da Vale na sexta-feira da semana passada. AP
  • Brumadinho vive em luto constante desde a semana passada. No cemitério municipal, amigos e familiares se despedem de seus entes queridos.
    12Brumadinho vive em luto constante desde a semana passada. No cemitério municipal, amigos e familiares se despedem de seus entes queridos. AFP
  • No monumento da entrada da cidade, a frase "Vale assassina" foi pichada. Ao menos 84 pessoas morreram soterradas e outras 276 permaneciam desaparecidas até esta quarta-feira.
    13No monumento da entrada da cidade, a frase "Vale assassina" foi pichada. Ao menos 84 pessoas morreram soterradas e outras 276 permaneciam desaparecidas até esta quarta-feira. REUTERS