Supercopa da Itália

Cristiano Ronaldo decide, Juventus bate Milan e fatura a Supercopa da Itália

Português marcou o único gol do jogo na Arábia Saudita de cabeça, no segundo tempo; Paquetá teve atuação discreta

Cristiano Ronaldo e Dybala comemoram o único gol da Supercopa.
Cristiano Ronaldo e Dybala comemoram o único gol da Supercopa.AP

Mais informações

A Juventus venceu o Milan por 1 a 0, em Jeddah, na Arábia Saudita, e se tornou campeão da Supercopa da Itália. O gol foi marcado por Cristiano Ronaldo, aos 15 minutos da etapa final. O primeiro tempo foi equilibrado em sua maior parte, mas a Juve criou as três principais chances; sempre chegando pela direita, o clube bianconero assustou o goleiro Donnarumma com finalizações perigosas de Douglas Costa, João Cancelo e Cristiano, mas sem acertar o gol. Disputado, o clássico também teve quatro cartões amarelos só na primeira etapa.

A Juventus transformou sua superioridade em gol aos 15 minutos, quando Pjanic lançou e Cristiano Ronaldo desviou de cabeça, matando Donnarumma. Na sequência, após consultar o VAR, o árbitro expulsou Kessié, do Milan, por pisão em Emre Can. Os dois lances minaram as chances do Milan, que não conseguiu reagir na partida. Lucas Paquetá, novidade brasileira no time de Gattuso, teve atuação discreta e foi substituído aos 24 minutos. Já Douglas Costa foi quem mais participou de jogadas no ataque de Turim, sempre criando perigo pela ponta-direita. Agora a Juventus, atual heptacampeã da Serie A e tetra da Copa Itália, soma 8 Supercopas: 1995, 1997, 2002, 2003, 2012, 2013, 2015 e 2018.

Veja como contamos Juventus x Milan: