Seleccione Edição
Login

EL PAÍS estreia novas seções fixas para cobertura eleitoral

Ao longo dos próximos dois meses, também serão apresentadas análises e entrevistas para levar ao leitor diversos ângulos de um dos pleitos mais conturbados desde a redemocratização

Parte dos candidatos do pleito deste ano.
Parte dos candidatos do pleito deste ano. AFP

O EL PAÍS Brasil inicia nesta segunda-feira sua cobertura especial sobre as eleições brasileiras de 2018. Análises, entrevistas e novas seções fixas buscarão, nos próximos dois meses, trazer ao leitor os ângulos mais diversos de um dos pleitos mais conturbados desde a redemocratização. A equipe do EL PAÍS Brasil produz a série Brasil Desigual, reportagens sobre os aspectos que contribuem para a manutenção das desigualdades no país no mais variados setores. A seção abordará temas que estarão, ou deveriam estar, no debate eleitoral, como os problemas relacionados à falta de representatividade política, saúde, educação, violência, pobreza. Ainda neste escopo de cobertura, todas as semanas, artigos de pesquisadores e analistas comentarão a conjuntura eleitoral e as questões socioeconômicas mais relevantes. A seção de analistas convidados começou com um artigo de Débora Diniz, professora da UnB, sobre o aborto no debate eleitoral.

Toda segunda, às 16h, acontecerá no Facebook do jornal um bate-bapo com especialistas, dirigido pela diretora do EL PAÍS Brasil, Carla Jiménez. O Segundas de Política com o El País desta semana será com Rosana Pinheiro Machado, antropóloga e cientista social, que há anos conduz uma pesquisa sobre os jovens e se deparou, em campo, com o fenômeno Jair Bolsonaro.

Às terças será publicada a seção "Primeiro Voto", um mergulho na vida dos eleitores que chegam pela primeira vez às urnas neste ano, num contexto marcado pela descrença nos candidatos e nos partidos políticos. Segundo os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os jovens que terão em outubro entre 16 e 17 anos, cujo voto é facultativo, representam nesta eleição uma redução de 14,53% em relação aos registrados em 2014.

As atualizações do dia a dia da campanha, feitas pela equipe de reportagem do jornal, estarão no Pulso EL PAÍS —a página trará notas rápidas, vídeos, fotos com informações em tempo real.

Na página "Quem é quem na corrida eleitoral" é possível ainda encontrar um resumo dos principais concorrentes na disputa. Em Os candidatos no Twitter são atualizadas, em tempo real, as mensagens postadas na rede social dos cinco candidatos mais bem colocados nas pesquisas.

Toda a cobertura poderá ser encontrada aqui.

MAIS INFORMAÇÕES