Diretora do EL PAÍS Brasil recebe Troféu Mulher Imprensa

Carla Jiménez concorreu com outras quatro profissionais e ganhou com 38% dos votos em eleição aberta ao público pelo seu trabalho no EL PAÍS Brasil

Carla Jiménez (ao centro, de vestido florido) recebe o prêmio.
Carla Jiménez (ao centro, de vestido florido) recebe o prêmio.

A diretora do EL PAÍS Brasil, Carla Jiménez, recebeu na noite desta terça o troféu Mulher Imprensa na categoria diretora de redação. Criado há 13 anos, o prêmio é uma iniciativa da revista e portal Imprensa para valorizar o papel das mulheres na profissão. Contou com votação aberta ao público que elegeu as jornalistas que mais se destacaram em 2017.  O trabalho da jornalista no EL PAÍS, que tem na valorização das mulheres um princípio intrínseco, recebeu 38,2% dos votos.  “O prêmio vem num dos anos mais importantes para as mulheres no mundo, quando cai a máscara do machismo em todos os cantos do planeta. Temos orgulho no EL PAÍS de acompanhar esta espetacular jornada feminina que soa tanto na Argentina, como na Tunísia, ou em Hollywood”, diz Jiménez, que atuou como editora-chefe desde o início do EL PAÍS no Brasil, em novembro de 2013. Em junho foi promovida ao posto de diretora de redação,  e Flávia Marreiro assumiu a vaga de editora-chefe.

O EL PAÍS é o terceiro veículo em que Carla Jiménez trabalha desde o início do projeto. Esteve na equipe de formação da revista Época, em 2000, e do jornal Brasil Econômico, em 2009. Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, com MBA em Finanças, fez carreira no grupo O Estado de S. Paulo, e em revistas, como a Pequenas Empresas Grandes Negócios e IstoéDinheiro.

Carla concorreu com outras quatro profissionais, cujo talento e competência já são reconhecidos no mercado. É o caso de Daniela Pinheiro, diretora de redação da revista Época, que já ganhou quatro vezes o mesmo troféu Mulher Imprensa.