Meio ambiente

Orangotango enfrenta escavadeira que destrói seu habitat na Indonésia

As populações desses símios na ilha de Bornéu diminuíram mais de 50% nos últimos 60 anos, segundo a International Animal Rescue

O orangotango diante de uma escavadeira na Indonésia. International Animal Rescue

Um orangotango caminha sobre o tronco de uma árvore. Vai até uma escavadeira que corta as árvores de seu habitat natural na Indonésia. Ao enfrentar a máquina, cai no chão. A paisagem é desoladora. Seu habitat está completamente devastado e o animal procura um refúgio. Estas duras imagens fazem parte de um vídeo gravado em 2013 e publicado no Facebook na terça-feira pela organização internacional Animal Rescue.

Mais informações

"Este orangotango desesperado busca freneticamente um refúgio ante o poder destrutivo da escavadeira, uma máquina que dizimou tudo o que o rodeia”, afirma a organização na rede social. A entidade, que no final conseguiu resgatar o orangotango, alerta em seu site que os animais na Indonésia sofrem e morrem pela destruição da floresta. A derrubada de árvores tem como principal objetivo a produção de azeite de dendê (ou óleo de palma).

As populações de orangotangos na ilha de Bornéu diminuíram mais de 50% nos últimos 60 anos, segundo a International Animal Rescue. Além disso, seu habitat se reduziu em pelo menos 55% nos últimos 20 anos. “Infelizmente, cenas como essa são cada vez mais frequentes na Indonésia. O desmatamento fez com que a população de orangotangos despencasse. Os habitats são destruídos e os orangotangos morrem de fome”, acrescenta a entidade.

A equipe da International Animal Rescue transfere os orangotangos cujo habitat foi destruído para áreas seguras de floresta protegida. Além disso, resgata e cuida de bebês orangotangos que foram separados de suas mães, já que algumas vezes os exemplares são vendidos de modo ilegal como mascotes.

A organização publicou esse vídeo nas redes sociais em 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, com a seguinte mensagem: “Plante uma árvore e ajude-nos a reconstruir e proteger o precioso habitat dos orangotangos”. O vídeo já foi reproduzido mais de 160.000 vezes e compartilhado em mais de 5.000.

“É muito duro de ver! Este orangotango estava tentando proteger o único lar que conhecia. Um humano teria feito o mesmo se alguém tivesse destruído seu lar”, afirma um usuário do Facebook. “Por que esses trabalhadores não pararam o que estavam fazendo a essa pobre criatura? Deveriam ter se assegurado de que o animal estava a salvo e fora de perigo antes de continuar seu trabalho”, disse outro. O grupo de defesa dos animais PACMA também comentou o vídeo no Twitter: “Eles não podem fazer nada, mas nós, sim. Evitando o consumo de óleo de dendê podemos impedir esse massacre.”