Seleccione Edição
Login
Sierra Maestra, onde a revolução dos Castro ainda vive
REUTERS
15 fotos

Sierra Maestra, onde a revolução dos Castro ainda vive

Nas escarpadas montanhas de Sierra Maestra, perto de onde Fidel Castro liderou a insurreição guerrilheira no final dos anos 1950, os cubanos dizem que são gratos pelas reformas agrárias e confortos modernos trazidos pela revolução

  • Raúl Castro, 86, irmão mais novo de Fidel Castro, deixa a presidência de Cuba. Em Santo Domingo, a aldeia mais próxima da Comandancia de la Plata, onde os rebeldes tinham seu quartel-general militar, os moradores dizem que devem muito à revolução de Castro. Na foto, Irene Fernández, fazendeira de 65 anos, está em sua casa na cidade de Cerrito de Naua, na Sierra Maestra (Cuba).
    1Raúl Castro, 86, irmão mais novo de Fidel Castro, deixa a presidência de Cuba. Em Santo Domingo, a aldeia mais próxima da Comandancia de la Plata, onde os rebeldes tinham seu quartel-general militar, os moradores dizem que devem muito à revolução de Castro. Na foto, Irene Fernández, fazendeira de 65 anos, está em sua casa na cidade de Cerrito de Naua, na Sierra Maestra (Cuba). REUTERS
  • "Eu tenho uma vida feliz: tenho um lugar para cultivar, tenho animais", diz o agricultor Paulo Álvarez, 55, cujos porcos, perus e galinhas vagam livremente ao redor de sua cabana de madeira. "Agradeço a revolução por isso. Antes não era assim". Na imagem, cartazes de Raúl e Fidel Castro em um centro comunitário durante a gravação de um programa de televisão de música campesina, "Palmas y canas", na cidade de Providência, na Sierra Maestra (Cuba).
    2"Eu tenho uma vida feliz: tenho um lugar para cultivar, tenho animais", diz o agricultor Paulo Álvarez, 55, cujos porcos, perus e galinhas vagam livremente ao redor de sua cabana de madeira. "Agradeço a revolução por isso. Antes não era assim". Na imagem, cartazes de Raúl e Fidel Castro em um centro comunitário durante a gravação de um programa de televisão de música campesina, "Palmas y canas", na cidade de Providência, na Sierra Maestra (Cuba). REUTERS
  • Fidel Castro nacionalizou muitas grandes propriedades agrícolas depois de chegar ao poder, parte de uma virada à esquerda que levou muitos cubanos a deixar a ilha e congelou as relações com os Estados Unidos. Na imagem, vista da cidade de Santo Domingo na Sierra Maestra (Cuba).
    3Fidel Castro nacionalizou muitas grandes propriedades agrícolas depois de chegar ao poder, parte de uma virada à esquerda que levou muitos cubanos a deixar a ilha e congelou as relações com os Estados Unidos. Na imagem, vista da cidade de Santo Domingo na Sierra Maestra (Cuba). REUTERS
  • As terras foram concedidas gratuitamente aos agricultores, trabalhadores agrícolas e meeiros. Muitos agricultores se juntaram para trabalhar sob o guarda-chuva do Estado e em fazendas cooperativas. Na foto, Hipolito Marrero, de 83 anos, fuma charuto enquanto monta um cavalo nas montanhas próximas à cidade de Santo Domingo (Cuba).
    4As terras foram concedidas gratuitamente aos agricultores, trabalhadores agrícolas e meeiros. Muitos agricultores se juntaram para trabalhar sob o guarda-chuva do Estado e em fazendas cooperativas. Na foto, Hipolito Marrero, de 83 anos, fuma charuto enquanto monta um cavalo nas montanhas próximas à cidade de Santo Domingo (Cuba). REUTERS
  • O governo cubano abriu instalações médicas, escolas e estradas pavimentadas em lugares remotos da ilha como Santo Domingo. Na imagem, um menino iça a bandeira de Cuba em sua escola em Santo Domingo, na Sierra Maestra (Cuba).
    5O governo cubano abriu instalações médicas, escolas e estradas pavimentadas em lugares remotos da ilha como Santo Domingo. Na imagem, um menino iça a bandeira de Cuba em sua escola em Santo Domingo, na Sierra Maestra (Cuba). REUTERS
  • O irmão mais jovens dos Castro abriu a economia estatal de Cuba para a iniciativa privada em uma tentativa de impulsionar o crescimento. Um aumento do turismo nos últimos anos fomentou esse incipiente setor privado. Na imagem, Javier Tamayo, 55, posa com seu neto em sua casa em Santo Domingo (Cuba).
    6O irmão mais jovens dos Castro abriu a economia estatal de Cuba para a iniciativa privada em uma tentativa de impulsionar o crescimento. Um aumento do turismo nos últimos anos fomentou esse incipiente setor privado. Na imagem, Javier Tamayo, 55, posa com seu neto em sua casa em Santo Domingo (Cuba). REUTERS
  • Vista das montanhas da Sierra Maestra a partir da cidade de La Plata (Cuba). A vista foi fotografada da estrada usada pelos guerrilheiros para ir à Comandancia de la Plata.
    7Vista das montanhas da Sierra Maestra a partir da cidade de La Plata (Cuba). A vista foi fotografada da estrada usada pelos guerrilheiros para ir à Comandancia de la Plata. REUTERS
  • Em Santo Domingo, restaurantes privados e “bed and breakfast” proliferam ao lado da estrada principal, onde as vacas e os cavalos andam tranquilamente em busca das melhores pastagens. Na foto, Luca Castillo, 84 anos, posa para uma foto em frente à sua casa em Santo Domingo, na Sierra Maestra (Cuba).
    8Em Santo Domingo, restaurantes privados e “bed and breakfast” proliferam ao lado da estrada principal, onde as vacas e os cavalos andam tranquilamente em busca das melhores pastagens. Na foto, Luca Castillo, 84 anos, posa para uma foto em frente à sua casa em Santo Domingo, na Sierra Maestra (Cuba). REUTERS
  • Preparação do almoço em uma casa de Santo Domingo (Cuba).
    9Preparação do almoço em uma casa de Santo Domingo (Cuba). REUTERS
  • Raúl Castro se aposenta após 12 anos à frente do país. Miguel Díaz-Canel Bermúdez, 57 anos, e até então primeiro vice-presidente do Governo, foi eleito presidente de Cuba pela Assembléia Nacional da ilha em substituição ao general. Na imagem, um chef em sua barraca de comida durante a gravação do programa "Palmas y Canas" na cidade de Providencia (Cuba).
    10Raúl Castro se aposenta após 12 anos à frente do país. Miguel Díaz-Canel Bermúdez, 57 anos, e até então primeiro vice-presidente do Governo, foi eleito presidente de Cuba pela Assembléia Nacional da ilha em substituição ao general. Na imagem, um chef em sua barraca de comida durante a gravação do programa "Palmas y Canas" na cidade de Providencia (Cuba). REUTERS
  • Luiz Suáres, de 15 anos, e seu irmão Daniel, de 10 anos, dormem em sua casa nas montanhas próximas à cidade de Santo Domingo, em Siera Maestra (Cuba).
    11Luiz Suáres, de 15 anos, e seu irmão Daniel, de 10 anos, dormem em sua casa nas montanhas próximas à cidade de Santo Domingo, em Siera Maestra (Cuba). REUTERS
  • "Seremos fiéis ao legado de Fidel Castro, o líder histórico da Revolução, e também ao exemplo, valor e ensinamentos de Raúl Castro, atual líder do processo revolucionário", disse Miguel Díaz-Canel, na imagem, uma família descansa em frente sua casa em Santo Domingo (Cuba).
    12"Seremos fiéis ao legado de Fidel Castro, o líder histórico da Revolução, e também ao exemplo, valor e ensinamentos de Raúl Castro, atual líder do processo revolucionário", disse Miguel Díaz-Canel, na imagem, uma família descansa em frente sua casa em Santo Domingo (Cuba). REUTERS
  • Ariana Alarcón, 29 anos, sentada no alpendre de sua casa em Santo Domingo na Sierra Maestra. "Confiamos mais em Fidel, parece que as coisas pioraram agora, o transporte está pior e os preços estão mais altos."
    13Ariana Alarcón, 29 anos, sentada no alpendre de sua casa em Santo Domingo na Sierra Maestra. "Confiamos mais em Fidel, parece que as coisas pioraram agora, o transporte está pior e os preços estão mais altos." REUTERS
  • Uma galinha e seus pintinhos em uma granja de Santo Domingo (Cuba).
    14Uma galinha e seus pintinhos em uma granja de Santo Domingo (Cuba). REUTERS
  • Trabalhadores descansam durante a construção de uma casa em uma fazenda perto da cidade de Santo Domingo, na Sierra Maestra (Cuba).
    15Trabalhadores descansam durante a construção de uma casa em uma fazenda perto da cidade de Santo Domingo, na Sierra Maestra (Cuba). REUTERS