Séries

‘A amiga genial’: como você imaginou Lila e Lenu? HBO divulga imagens da série

Produção em oito capítulos baseada no primeiro livro da quadrilogia de Elena Ferrante está sendo gravada em Caserta, na Itália

As atrizes Elisa Del Genio (Elena) e Ludovica Nasti (Lila), na foto divulgada pela HBO.
As atrizes Elisa Del Genio (Elena) e Ludovica Nasti (Lila), na foto divulgada pela HBO.Divulgação

A busca durou cerca oito meses, com testes com 9.000 crianças e 500 adultos até serem escolhidas as atrizes que viverão Elena Greco e Rafaella Cerullo na série Amiga genial, que adapta o primeiro livro da quadrilogia da escritora Elena Ferrante que virou uma febre em boa parte do mundo. Nesta quarta-feira, a conta de Twitter da HBO divulgou as primeiras imagens das rodagens, que acontecem em Caserta, na Itália. As estreantes Elisa Del Genio e Ludovica Nasti serão Lenu e Lila quando crianças.  Como adolescentes, Margherita Mazzucco será Elena e Gaia Girace a empreendedora dos Cerullo.

Mais informações

A produção, que terá oito capítulos, recriou a vizinhança da periferia de Nápoles, onde se passa a história. Foram 14 edifícios e cinco sets interiores a igreja e o túnel que delimita a comunidade. Todo um desafio numa história que oscila entre drama e sutilezas o tempo inteiro. "A força das histórias não está em imitar de maneira verossímil pessoas e fatos, mas capturar a confusão das existências, como se fazem e se desfazem as crenças, como colidem estilhaços de várias procedências no mundo e em nossas cabeças", disse Elena Ferrante em entrevista ao EL PAÍS.

A tarefa de não decepcionar os fãs ao fazer a adaptação está nas mãos do diretor italiano Saverio Costanzo (A solidão dos números primos). As fotos soturnas de Eduardo Castaldo dão ideia da atmosfera austera do pós-guerra na Itália onde se passa a história. A série é uma coprodução da HBO, a italiana Rai e a Timvision.

Debido a las excepcionales circunstancias, EL PAÍS está ofreciendo gratuitamente todos sus contenidos digitales. La información relativa al coronavirus seguirá en abierto mientras persista la gravedad de la crisis.

Decenas de periodistas trabajan sin descanso para llevarte la cobertura más rigurosa y cumplir con su misión de servicio público. Si quieres apoyar nuestro periodismo puedes hacerlo aquí por 1 euro el primer mes (a partir de junio 10 euros). Suscríbete a los hechos.

Suscríbete