Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

A vida no edifício Holiday, em imagens

Mais de 2.000 pessoas vivem neste icônico prédio do Recife, no bairro de Boa Viagem

  • Fachada do edifício Holiday.
    1Fachada do edifício Holiday.
  • Homem caminha em frente aos comércios que ficam no prédio.
    2Homem caminha em frente aos comércios que ficam no prédio.
  • O Holiday possui 476 apartamentos, distribuídos por 17 andares.
    3O Holiday possui 476 apartamentos, distribuídos por 17 andares.
  • Vicente José da Costa, de 65 anos, é um dos ascensoristas do Holiday. Levar o elevador de cima para baixo pode ser uma missão.
    4Vicente José da Costa, de 65 anos, é um dos ascensoristas do Holiday. Levar o elevador de cima para baixo pode ser uma missão.
  • Marlene Aparecida da Silva Januário, 55 anos, vende cachorro quente na praia de Boa Viagem. No início dos anos 90 comprou uma quitinete no Holiday, onde mora nos últimos anos. "Aqui é legal, eu gosto daqui. E qualquer lugar pra morar é bom, é só você saber morar", diz.
    5Marlene Aparecida da Silva Januário, 55 anos, vende cachorro quente na praia de Boa Viagem. No início dos anos 90 comprou uma quitinete no Holiday, onde mora nos últimos anos. "Aqui é legal, eu gosto daqui. E qualquer lugar pra morar é bom, é só você saber morar", diz.
  • O paraibano Paulo Dionísio, 63 anos, viveu toda uma vida em São Paulo. Mas ao se aposentar, após 35 anos trabalhando como zelador de prédios, decidiu se mudar para Recife. Comprou um apartamento no Holiday, mas os problemas do prédio faz com que queira se mudar para o Maranhão. rn
    6O paraibano Paulo Dionísio, 63 anos, viveu toda uma vida em São Paulo. Mas ao se aposentar, após 35 anos trabalhando como zelador de prédios, decidiu se mudar para Recife. Comprou um apartamento no Holiday, mas os problemas do prédio faz com que queira se mudar para o Maranhão.
  • Geniffer Kelly Souza da Silva, de 20 anos, desce a escadaria do Holiday. Se mudou para lá faz pouco tempo.  "Eu gosto de morar aqui porque tá perto de tudo. Morava antes num bairro atrás de aeroporto. Mas aqui tem muito problemas... Falta de água, esses fios expostos aí, a sujeira do prédio…\".
    7Geniffer Kelly Souza da Silva, de 20 anos, desce a escadaria do Holiday. Se mudou para lá faz pouco tempo. "Eu gosto de morar aqui porque tá perto de tudo. Morava antes num bairro atrás de aeroporto. Mas aqui tem muito problemas... Falta de água, esses fios expostos aí, a sujeira do prédio…".
  • O ascensorista Vicente José da Costa mostra a casa das máquinas dos elevadores.rn
    8O ascensorista Vicente José da Costa mostra a casa das máquinas dos elevadores.
  • Um dos corredores do edifício Holiday.
    9Um dos corredores do edifício Holiday.
  • Marilene Bastista da Silva tem 61 anos e mora há 19 no Holiday. "Eu adoro morar aqui, mas tem muita gente que não valoriza este lugar", argumenta. rn
    10Marilene Bastista da Silva tem 61 anos e mora há 19 no Holiday. "Eu adoro morar aqui, mas tem muita gente que não valoriza este lugar", argumenta.
  • Parede com avisos no Holiday.
    11Parede com avisos no Holiday.
  • Severino Ferreira Paixão, de 56 anos, já morou com sua esposa no Holiday. Mas quando tiveram filhos, em 1990, decidiram se mudar para outro lugar.  Isso é uma cidade. E toda cidade tem seus problemas. Um casal se vira em qualquer canto. Mas criar família é diferente", diz ele. Nos últimos tempos, para não ficar fazendo nada, decidiu montar uma feirinha às sextas, sábados e domingos no prédio. "A gente faz um preço diferenciado para beneficiar a população".
    12Severino Ferreira Paixão, de 56 anos, já morou com sua esposa no Holiday. Mas quando tiveram filhos, em 1990, decidiram se mudar para outro lugar. Isso é uma cidade. E toda cidade tem seus problemas. Um casal se vira em qualquer canto. Mas criar família é diferente", diz ele. Nos últimos tempos, para não ficar fazendo nada, decidiu montar uma feirinha às sextas, sábados e domingos no prédio. "A gente faz um preço diferenciado para beneficiar a população".
  • Detalhe da fachada do edifício Holiday.
    13Detalhe da fachada do edifício Holiday.
  • Morador atravessa o portão de entrada do Holiday.
    14Morador atravessa o portão de entrada do Holiday.
  • O lixo se acumula no pátio do prédio. Além disso, muitas pessoas que trabalham como ambulante na praia deixam seus materiais ali.
    15O lixo se acumula no pátio do prédio. Além disso, muitas pessoas que trabalham como ambulante na praia deixam seus materiais ali.