Séries de TV

Shonda Rhimes fará suas novas séries na Netflix

Criadora de 'Grey’s Anatomy' troca a ABC pela Netflix e fortalece o serviço de streaming.

A roteirista Shonda Rhimes.
A roteirista Shonda Rhimes.Richard Shotwell (AP)

A Netflix prossegue em sua corrida para atrair para as suas fileiras o maior número possível de talentos de outros canais. A aquisição mais recente foi a de Shonda Rhimes, criadora de séries de sucesso como Grey’s Anatomy e Scandal, contratada pela plataforma de streaming para realizar as suas próximas ficções ali. Com isso, o canal aberto ABC perde um dos principais pilares em que se apoiou para obter seus sucessos nos últimos dez anos.

Mais informações

“Fico emocionada com a ideia de estar em um mundo no qual não serei prisioneira da rotina de um canal de televisão”, disse Rhimes depois da divulgação do acordo. Ela também não dependerá da publicidade (as séries de Rhimes rendem milhões e milhões de dólares para a ABC nesse quesito) nem terá de se preocupar com o tipo de público que assistirá às suas séries: “Terei mais liberdade de criação”. Isso inclui não ter de fazer séries de temporadas longas, com mais de vinte episódios.

Rhimes vai transferir a sua produtora, ShondaLand, dos estúdios da ABC para a Netflix, mas continuará trabalhando com o canal em suas séries atuais, dentre as quais está, também, How to Get Away with Murder.

Os estúdios da ABC pertencem à Disney. Assim, esse novo lance da Netflix é mais um passo dentro de sua disputa com a companhia para conquistar a hegemonia no entretenimento de televisão. Há poucos dias, a Netflix e a Disney anunciaram que não irão renovar o seu acordo de distribuição de conteúdo nos EUA.

A disputa entre as plataformas de streaming para ver quem fica com os produtores de maior sucesso se intensificou nas últimas semanas. A Netflix, por exemplo, anunciou ter contratado os irmãos Coen para realizarem a primeira série de televisão da dupla. A Amazon, por sua vez, fechou um acordo com o criador de The Walkin Dead, Robert Kirkman, para o desenvolvimento de novos projetos. E a própria Netflix divulgou a compra da editora de história em quadrinhos Millarworld com a finalidade de produzir séries com as suas franquias.