De Frida Kahlo a Lina Bo Bardi

Google celebra com um 'Doodle' o dia 8 de março lembrando de 13 mulheres pioneiras que se destacaram em diversos âmbitos da sociedade

  • A pintora mexicana Frida Kahlo foi um símbolo na luta por superar o papel das mulheres de seu tempo. Nascida no início do século XX, Kahlo contraiu a doença da poliomielite e teve, tempo depois, um grave acidente do qual demorou em se recuperar, após passar por várias operações cirúrgicas.
    1A pintora mexicana Frida Kahlo foi um símbolo na luta por superar o papel das mulheres de seu tempo. Nascida no início do século XX, Kahlo contraiu a doença da poliomielite e teve, tempo depois, um grave acidente do qual demorou em se recuperar, após passar por várias operações cirúrgicas. Getty
  • A astronauta norte-americana Sally Ride foi a primeira mulher de seu país em viajar ao espaço, depois de apresentar sua candidatura à NASA ao saber pela imprensa que a agência espacial precisava de novos astronautas. Quando Ride deixou a agência, passou a dar aula de física na Universidade de Califórnia, em San Diego.
    2Sally Ride, astronauta A astronauta norte-americana Sally Ride foi a primeira mulher de seu país em viajar ao espaço, depois de apresentar sua candidatura à NASA ao saber pela imprensa que a agência espacial precisava de novos astronautas. Quando Ride deixou a agência, passou a dar aula de física na Universidade de Califórnia, em San Diego. NASA
  • A francesa Suzanne Lenglen é uma das mulheres mais reconhecidas no circuito profissional de tênis da história. Com apenas 16 anos, tornou-se a campeã mais jovem deste esporte.
    3Suzanne Lenglen, tenista A francesa Suzanne Lenglen é uma das mulheres mais reconhecidas no circuito profissional de tênis da história. Com apenas 16 anos, tornou-se a campeã mais jovem deste esporte. Getty
  • A Argentina Cecilia Grierson, nascida em 1859, foi a primeira mulher de seu país em conseguir um diploma de medicina. Além de médica, Grierson também se dedicou ao ativismo, entre outras coisas.
    4Cecilia Grierson, Médica. A Argentina Cecilia Grierson, nascida em 1859, foi a primeira mulher de seu país em conseguir um diploma de medicina. Além de médica, Grierson também se dedicou ao ativismo, entre outras coisas. Academia Nacional de Medicina de Buenos Aires
  • Loftia Al Nadi foi a primeira pilota egípcia com apenas 26 anos. Apesar da oposição de seu pai e graças à ajuda de sua mãe, Al Nadi conseguiu se inscrever na escola de aviação em 1932. Seu primeiro voo foi entre as cidades do Cairo e Alexandria. Ela afirmou que "aprendeu a voar porque amava ser livre".
    5Lotfia O Nadi, pilota. Loftia Al Nadi foi a primeira pilota egípcia com apenas 26 anos. Apesar da oposição de seu pai e graças à ajuda de sua mãe, Al Nadi conseguiu se inscrever na escola de aviação em 1932. Seu primeiro voo foi entre as cidades do Cairo e Alexandria. Ela afirmou que "aprendeu a voar porque amava ser livre".
  • A ativista negra Ida Wells-Barnet nasceu nos Estados Unidos em 16 de julho de 1862. Wells a cofundadora da Associação Nacional para o Progresso das Pessoas de Cor, que se dedicava à defesa dos direitos civis e, em concreto, apoiava os direitos das mulheres. Uma de suas ações dentro do movimento sufragista foi a oposição à ideia de que negros e brancos fossem segregados por razão de sexo. Na imagem, Wells é fotografada em 1920.
    6Ida B. Wells, sufragista. A ativista negra Ida Wells-Barnet nasceu nos Estados Unidos em 16 de julho de 1862. Wells a cofundadora da Associação Nacional para o Progresso das Pessoas de Cor, que se dedicava à defesa dos direitos civis e, em concreto, apoiava os direitos das mulheres. Uma de suas ações dentro do movimento sufragista foi a oposição à ideia de que negros e brancos fossem segregados por razão de sexo. Na imagem, Wells é fotografada em 1920. Getty
  • A inglesa Lovelace se destacou no mundo da matemática e foi a primeira pessoa em programar no mundo da computação, inclusive antes de que se fabricasse o primeiro computador. Lovelace percebeu que um computador podia chegar a representar não só números, mas também entidades genéricas como palavras ou notas musicais.
    7Ada Lovelace, matemática e escritora A inglesa Lovelace se destacou no mundo da matemática e foi a primeira pessoa em programar no mundo da computação, inclusive antes de que se fabricasse o primeiro computador. Lovelace percebeu que um computador podia chegar a representar não só números, mas também entidades genéricas como palavras ou notas musicais. Cordon Press
  • Tai-Young tornou-se a primeira mulher advogada na Coreia e também chegaria a ser a primeira mulher que chegou ao cargo de juiz em seu país. Em 1952, Tai-Young assumiu o seu posto e, entre outros assuntos, se encarregou de revisar as leis de seu país (especialmente as relacionadas com a família e os casais) para ajudar às mulheres a melhorar seu status jurídico naquela época.
    8Lee Tai-young, advogada Tai-Young tornou-se a primeira mulher advogada na Coreia e também chegaria a ser a primeira mulher que chegou ao cargo de juiz em seu país. Em 1952, Tai-Young assumiu o seu posto e, entre outros assuntos, se encarregou de revisar as leis de seu país (especialmente as relacionadas com a família e os casais) para ajudar às mulheres a melhorar seu status jurídico naquela época.
  • A cantora e ativista civil Miriam Makeba nasceu em Johannesburgo (África do Sul), em 1932. Graças a seu talento musical, tornou-se uma das cantoras mais reconhecidas de seu país no final da década de 1950. No entanto, a perseguição em seu país fez com que ela emigrasse aos Estados Unidos.
    9Miriam Makeba, cantora A cantora e ativista civil Miriam Makeba nasceu em Johannesburgo (África do Sul), em 1932. Graças a seu talento musical, tornou-se uma das cantoras mais reconhecidas de seu país no final da década de 1950. No entanto, a perseguição em seu país fez com que ela emigrasse aos Estados Unidos. AP
  • Lina Bo Bardi nasceu na Itália em 1914, mas passou grande parte de sua vida no Brasil. Bardi via a arquitetura — se formou em Roma em 1939— como "uma expressão das vidas das pessoas". Bardi desenhou alguns dos edifícios icônicos do Brasil, incluindo um de seus principais trabalhos: o Museu de Arte de São Paulo (MASP).
    10Lina Bo Bardi, arquiteta Lina Bo Bardi nasceu na Itália em 1914, mas passou grande parte de sua vida no Brasil. Bardi via a arquitetura — se formou em Roma em 1939— como "uma expressão das vidas das pessoas". Bardi desenhou alguns dos edifícios icônicos do Brasil, incluindo um de seus principais trabalhos: o Museu de Arte de São Paulo (MASP).
  • A soviética Olga Skorokhodova nasceu em 24 de maio de 1911. Aos cinco anos, Skorokhodova sofreu uma meningite a visão e a audição. A partir de então, dedicou sua vida a estudar sobre como as pessoas cegas e surdas percebiam o mundo ao seu redor. Seu trabalho serviu de base para estudos adicionais, e contribuiu ao desenvolvimento da educação de pessoas deficientes.
    11Olga Skorokhodova, professora A soviética Olga Skorokhodova nasceu em 24 de maio de 1911. Aos cinco anos, Skorokhodova sofreu uma meningite a visão e a audição. A partir de então, dedicou sua vida a estudar sobre como as pessoas cegas e surdas percebiam o mundo ao seu redor. Seu trabalho serviu de base para estudos adicionais, e contribuiu ao desenvolvimento da educação de pessoas deficientes.
  • A arqueóloga turca Halet Çambel estudou na Universidade de Sorbonne, em Paris, e fez doutorado em 1940 na Universidade de Istambul. Çambel também foi a primeira mulher muçulmana a competir em uns Jogos Olímpicos, em 1936 na cidade de Berlim.
    12Halet Çambel, arqueóloga A arqueóloga turca Halet Çambel estudou na Universidade de Sorbonne, em Paris, e fez doutorado em 1940 na Universidade de Istambul. Çambel também foi a primeira mulher muçulmana a competir em uns Jogos Olímpicos, em 1936 na cidade de Berlim.
  • A dançarina e coreógrafa indiana Rukimini Devi nasceu em 1904. Devi popularizou o Bharata Natyam, um baile tradicional indiano. Ela e seu marido fundaram a Academia Kalakshetra de dança e música na cidade de Chenai, ao sul do país, em 1936. Devi também se tornou uma ativista na defesa dos direitos dos animais, e chegou a ocupar a presidência da Junta de Bem-estar Animal do país.
    13Rukimini Devi, dançarina A dançarina e coreógrafa indiana Rukimini Devi nasceu em 1904. Devi popularizou o Bharata Natyam, um baile tradicional indiano. Ela e seu marido fundaram a Academia Kalakshetra de dança e música na cidade de Chenai, ao sul do país, em 1936. Devi também se tornou uma ativista na defesa dos direitos dos animais, e chegou a ocupar a presidência da Junta de Bem-estar Animal do país.