Seleccione Edição
Login

#KnowYourLemons: Uma foto e 12 limões para aprender a detectar o câncer de mama

Embora o autoexame continue sendo o método mais eficaz, há outros sinais externos que podem mostrar que alguma coisa não está bem no seu peito

cancer de mama

O autoexame da mama costuma ser a maneira mais utilizada pelas mulheres para detectar um possível tumor no seio. Muitas, no entanto, não sabem que existem outros sinais externos que podem indicar que algo não está bem e que tenham desenvolvido, por exemplo, um câncer de mama.

Para evitar que isso aconteça, a designer Corrine Beaumont decidiu fazer uma explicação visual que reunisse os sintomas superficiais mais comuns de uma forma simples e direta. A ilustração inicial foi criada há alguns anos - enquanto Beaumont fazia um projeto na universidade, em 2002 - mas voltou a popularizar-se na semana passada, por meio das redes sociais, e foi traduzida em vários idiomas.

Na imagem, os seios são substituídos por 12 limões que mostram as possíveis mudanças físicas que podem ajudar em um diagnóstico precoce da doença: mamilos retraídos, deformações, marcas, aspereza da pele, líquidos estranhos, veias saltadas, mudanças de forma, etc.

Beaumont, que perdeu suas duas avós para o câncer de mama, tomou a decisão de fazê-lo diante da falta de informação sobre o assunto. E, para chegar a mais pessoas, usou o slogan e a hashtag #KnowYourLemons (conheça seus limões). "Há pessoas que têm rejeição às imagens de seios reais", explica, "então por isso pensei nos limões, porque por meio da pele deles pode-se explicar muitas coisas".

O cartaz é parte de uma série mais ampla da associação que ela mesma dirige, World Wide Breast Cancer, e tem feito muito sucesso depois de ter sido divulgada, em 11 de janeiro, por Erin Smith Chieze. A estudante de enfermagem estadunidense, de 38 anos, teve um câncer de mama diagnosticado em dezembro de 2015. E, em seu caso, como nos explica por e-mail, "a imagem de um seio com uma ranhura que vi na Internet me ajudou muito. Aquela referência visual foi definitiva para que eu procurasse um médico e tivesse o diagnóstico". Por isso, Chieze insiste na necessidade de realizar campanhas de divulgação mais específicas: "Decidi compartilhar minha história", lembra, "porque, embora eu agradeça aos esforços das pessoas no Facebook de lembrarem sempre do autoexame, acho que estamos perdendo uma grande oportunidade de ir mais além e acrescentar novas informações que possam fazer a diferença para um homem ou uma mulher". Desde que Chieze publicou a imagem em seu Facebook, ela já foi compartilhada por 42 mil pessoas.

A importância do diagnóstico precoce

Segundo a OMS, a cada 30 segundos uma mulher é diagnosticada com câncer de mama no mundo. Destes, 85% das pacientes diagnosticadas em fase inicial conseguem se curar. Os exames médicos continuam sendo o método mais eficaz, independentemente da idade da mulher, de acordo com os especialistas.

Embora não exista tratamento preventivo, há estilos de vida que minimizam fatores de risco como a obesidade, o sedentarismo e a diabetes.

MAIS INFORMAÇÕES