Seleccione Edição
Login

Guns N’ Roses demonstra sua oposição a Trump em show no México

No fim da apresentação, a banda colocou no palco uma 'piñata' do republicano

Guns N' Roses em seu show no México.
Guns N' Roses em seu show no México. Notimex

A banda Guns N’Roses, liderada por Axl Rose, não perdeu a chance de demonstrar sua posição em relação a Donald Trump, o presidente eleito dos Estados Unidos. No fim do show, realizado no Palácio dos Esportes da capital mexicana, uma piñata do republicano foi colocada no centro do palco. O vocalista pediu a pessoas da plateia que subissem ao palco para destruí-la.

“Podem subir e descer o pau”, pediu Rose para que expressassem seu sentimento no Trump feito de papelão. Quatro espectadores subiram ao palco ao lado de Axl e Slash para destruir a piñata. “Batam na cabeça”, aconselhou o vocalista. O prêmio de dentro eram várias camisetas da banda como parte do que foi sua segunda e última apresentação na Cidade do México. Enquanto batiam na figura simbólica de Trump, ouviam-se os gritos de “puto” e “fuck you, Trump”.

A banda novamente encheu seus fãs mexicanos de nostalgia e de Appetite for Destruction. Duff McKagan no baixo, Slash na guitarra solo, Richard Fortus na guitarra base, Frank Ferrer na bateria e a vibrante voz de Axl Rose. Em 2016, tocaram quatro vezes na capital mexicana: em 19 e 20 de abril, no Foro Sol, com um público de 131.000 pessoas. Agora, nos últimos dias de novembro, encerraram sua turnê e o ano na América Latina, que também passou pelo Brasil. A banda só volta a tocar em 21 de janeiro, mas no Japão.

MAIS INFORMAÇÕES