Whatsapp é o serviço de videochamadas que mais consome dados?

EL PAÍS testa e compara os aplicativos de mensagens com vídeo mais utilizados

Teste de videochamada com Facetime.
Teste de videochamada com Facetime.Gema García (El País)

O lançamento do serviço de videochamadas no Whatsapp para iOS, Android e Windows Phone levantou algumas perguntas sobre a quantidade de dados consumidos pelo novo serviço. Algumas informações apontavam que poderia disparar o consumo diminuindo as expectativas dos usuários que esperavam há algum tempo que a empresa adquirida pelo Facebook em 2014 finalmente incluísse essa funcionalidade.

Mais informações

As medições realizadas pelo EL PAÍS provaram, no entanto, que não é o caso e que, ao contrário, a videochamada do Whatsapp não consome mais dados do que outras opções.

Com uma boa conexão 4G, foram realizadas videochamadas de um minuto com os aplicativos mais usados e que oferecem o serviço: Whatsapp, com um bilhão de usuários ativos, de acordo com a empresa; Skype, adquirida pela Microsoft; Messenger, aplicativo nativo do Facebook; Facetime, exclusivamente para iPhone e iPad; e Hangouts e Google Duo, ambos do Google.

Os testes foram feitos no último dia 15, com os dois sistemas operacionais mais representativos: Android (majoritário) e iOS (da Apple) e dois dispositivos: um iPhone 6 para o ambiente iOS e um LG Nexus 5 para Android, semelhantes em termos de desempenho para esse tipo de conexão.

Salvar

Salvar

Foram feitas ligações nos dois sentidos – do iPhone para o Android e vice-versa – com cada um dos aplicativos mencionados para chegar a uma média de download de dados. A qualidade da ligação não foi levada em conta, simplesmente foi medido, através de um terceiro aplicativo ou com a própria ferramenta do sistema, o consumo de dados realizados através de cartões SIM da operadora Movistar.

Como mostrado no gráfico, os aplicativos com pior desempenho foram os do Google. Tanto Hangouts como o novo aplicativo Duo consomem quase o dobro de dados dos seus concorrentes, chegando a cerca de 10 megabytes por minuto em média. O menos problemático é o Facetime, o que é compreensível se levarmos em conta que as conexões entre dispositivos do mesmo sistema operacional são muito mais rápidas por usarem os mesmos codificadores (codecs). O resto oscila entre 5 e 6 megabytes por minuto.

É importante notar que, em outras circunstâncias, como por exemplo com menor qualidade de sinal, os aplicativos podem se comportar de forma diferente e cada um comprime os dados emitidos de maneira diferente, assim o resultado final pode variar em cada situação.

A conclusão é clara. O novo serviço Whatsapp não parece comprometer a conta dos clientes, em comparação com os outros aplicativos. De todas as formas, a solução mais recomendada para evitar surpresas na conta é usar uma rede wi-fi. A conexão será mais estável e não vai precisar usar os dados do plano contratado para funcionar corretamente.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: