eleições estados unidos

Cobertura do debate presidencial dos EUA

A redação do EL PAÍS analisa, em espanhol e desde Washington D.C. e St. Louis, o segundo encontro entre Donald Trump e Hillary Clinton

Donald Trump
Donald TrumpRobert F. Bukaty / AP

“Trump pode encontrar a redenção ou a ruína em St. Louis” é a manchete do Dispatch, o principal jornal da maior cidade do Estado norte-americano do Missouri, cujo conselho editorial apoia a democrata Hillary Clinton. Outros jornais locais fizeram longas coberturas do que se espera do debate. As expectativas já eram enormes pelo segundo debate televisivo entre Hillary Clinton e Donald Trump e se multiplicaram em razão do cisma aberto no Partido Republicano depois da divulgação de um vídeo machista, de 2005, de seu candidato à Casa Branca. Os arredores da Universidade Washington foram ocupados pelas grandes redes de TV. Foram credenciados cerca de 2.000 jornalistas para o penúltimo debate antes das eleições de novembro.

Mais informações

Acompanhe aqui a cobertura, ao vivo, deste debate, feita pela redação do EL PAÍS em Washington D.C. e em St. Louis.

Debido a las excepcionales circunstancias, EL PAÍS está ofreciendo gratuitamente todos sus contenidos digitales. La información relativa al coronavirus seguirá en abierto mientras persista la gravedad de la crisis.

Decenas de periodistas trabajan sin descanso para llevarte la cobertura más rigurosa y cumplir con su misión de servicio público. Si quieres apoyar nuestro periodismo puedes hacerlo aquí por 1 euro el primer mes (a partir de junio 10 euros). Suscríbete a los hechos.

Suscríbete
O mais visto em ...Top 50