Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Glamour e taças no Instagram: nossa tolerância ao alcoolismo

Conta falsa de uma jovem com mais de 46.000 seguidores mostrava um problema que muito poucos perceberam

Louise.Delage é o nome de um perfil falso do Instagram de uma jovem que se define como parisiense de 25 anos e com uma frase motivacional em inglês: “O que quer que você seja, seja bom” (Whatever you are, be a good one). As fotos de Delage retratam uma vida com um toque de glamour. Mostram sua casa, seu escritório, sua família e amigos, em festas, na praia, relaxando, viajando, de dia, de noite, mas sempre com um elemento comum que passou despercebido.

Ela entrou para a rede social da fotografia em 1.o de agosto. Desde então, publicou 150 posts e conta com 46.500 seguidores, mas quase nenhum deles percebeu que a garota sempre posava com uma taça ou uma garrafa de álcool. Como diz um vídeo da campanha da organização francesa Addict Aide, que tem mais de 127.000 reproduções no Instagram e mais de 330.000 no Youtube, “é fácil não se dar conta da dependência de alguém próximo”.

Après a fête, a détente... / #light #blackandwhite #paris #parisiangirl #sunday #chill

Uma foto publicada por Louise Delage (@louise.delage) o

🍭Cotton Candy 🍭

Um vídeo publicado por Louise Delage (@louise.delage) o

💦 Pool 💦

Uma foto publicada por Louise Delage (@louise.delage) o

💸 Shopping 💸

Uma foto publicada por Louise Delage (@louise.delage) o

Family Fraude

Uma foto publicada por Louise Delage (@louise.delage) o

O objetivo da campanha Like My Addiction (Dê um Like no Meu Vício) é conscientizar as pessoas sobre o alcoolismo, pois uma de cada cinco mortes de jovens está associada a uma dependência, segundo a organização. O objetivo da agência de publicidade que criou a conta de Louise Delage foi dar vida a um personagem que os usuários vissem diariamente e julgassem conhecer bem sem suspeitar que era dependente.

Like my addiction

Um vídeo publicado por Louise Delage (@louise.delage) o

Stéphane Xiberras, da área de criação da agência BETC, explicou a AdWeek que a equipe conseguiu dar visibilidade à conta do Instagram com uma estratégia baseada em quatro eixos: duas ou três fotos por dia, publicadas em horas de muito tráfego (de manhã, na hora do almoço e de noite, “quando as pessoas estão fuçando a vida de outras”); hashtags para rotular o conteúdo em categorias populares, como “natureza”, “moda”, “festas”; bots para dar um like e seguir pessoas específicas, como mulheres interessadas em blogueiras de moda, jornalistas e famosas; e, por último, lideres de opinião entre os adolescentes que falassem sobre ela.

O que a agência não esperava é que tão pouca gente detectasse o problema da jovem. Agora, suas fotos no Instagram estão cheias de comentários que apontam as bebidas, mas até semana passada “muito poucos perceberam a jogada”, diz Xiberras. “A maioria só viu uma menina jovem de seu tempo, e não uma menina solitária que não está nada feliz e que tem um sério problema com o álcool.”

MAIS INFORMAÇÕES