Seleccione Edição
Login

Domingo de protestos pró e contra Dilma

Apesar de expressivos em São Paulo, atos em 16 capitais do país foram bem menores em comparação aos de alguns meses atrás. Multidões saíram às ruas para pedir o impeachment de Dilma ou para exigir sua volta e demandar novas eleições

  • Milhares de pessoas se manifestaram neste domingo em todo o Brasil a favor do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, já afastada do poder. Votação definitiva no Senado deverá ocorrer no dia 29 de agosto, após os Jogos Olímpicos. Na foto, os manifestantes se concentram na avenida Paulista, em frente ao edifício da Fiesp.
    1Milhares de pessoas se manifestaram neste domingo em todo o Brasil a favor do impeachment da presidenta Dilma Rousseff, já afastada do poder. Votação definitiva no Senado deverá ocorrer no dia 29 de agosto, após os Jogos Olímpicos. Na foto, os manifestantes se concentram na avenida Paulista, em frente ao edifício da Fiesp. EFE
  • As ruas também foram o palco neste domingo de protestos contra o impeachment. Em todo o país, manifestantes pediram "Fora Temer", a volta de Dilma ou eleições gerais. Na foto, milhares de pessoas se concentram no Largo da Batata, no bairro de Pinheiros, em São Paulo.
    2As ruas também foram o palco neste domingo de protestos contra o impeachment. Em todo o país, manifestantes pediram "Fora Temer", a volta de Dilma ou eleições gerais. Na foto, milhares de pessoas se concentram no Largo da Batata, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. EFE
  • O famoso 'Pixuleco' voltou a protagonizar os protestos a favor do impeachment na avenida Paulista, neste domingo.
    3O famoso 'Pixuleco' voltou a protagonizar os protestos a favor do impeachment na avenida Paulista, neste domingo. EFE
  • Mas os manifestantes contrários ao impeachment também têm o seu boneco 'pixuleco', como o do senador Aécio Neves que está na foto, em São Paulo.
    4Mas os manifestantes contrários ao impeachment também têm o seu boneco 'pixuleco', como o do senador Aécio Neves que está na foto, em São Paulo. EFE
  • Os protestos aconteceram em pelo menos 16 capitais, segundo o jornal 'Estado de S. Paulo'. Na foto, manifestantes a favor do impeachment em Copacabana, no Rio de Janeiro, mostram um cartaz escrito em inglês.
    5Os protestos aconteceram em pelo menos 16 capitais, segundo o jornal 'Estado de S. Paulo'. Na foto, manifestantes a favor do impeachment em Copacabana, no Rio de Janeiro, mostram um cartaz escrito em inglês. EFE
  • Segundo os organizadores do ato contra o impeachment em São Paulo, a manifestação contou com 60.000 pessoas ao longo dia. A Polícia Militar não apresentou uma cifra. No protesto estiveram presentes personalidades do mundo político, como a deputada e pré-candidata a prefeitura Luiza Erundina (PSOL), Guilherme Boulos (MTST) e o senador Lindbergh Farias (PT).
    6Segundo os organizadores do ato contra o impeachment em São Paulo, a manifestação contou com 60.000 pessoas ao longo dia. A Polícia Militar não apresentou uma cifra. No protesto estiveram presentes personalidades do mundo político, como a deputada e pré-candidata a prefeitura Luiza Erundina (PSOL), Guilherme Boulos (MTST) e o senador Lindbergh Farias (PT). EFE
  • Nos protestos pró-impeachment, os manifestantes pediram a prisão do ex-presidente Lula, como os que estão nesta foto, na praia de Copacabana (Rio de Janeiro).
    7Nos protestos pró-impeachment, os manifestantes pediram a prisão do ex-presidente Lula, como os que estão nesta foto, na praia de Copacabana (Rio de Janeiro). EFE
  • Já os atos contrários ao impeachment e ao presidente interino Michel Temer fizeram críticas à imprensa. Na foto, uma mulher segura um cartaz acusando a rede 'Globo' de golpista, no Rio de Janeiro.
    8Já os atos contrários ao impeachment e ao presidente interino Michel Temer fizeram críticas à imprensa. Na foto, uma mulher segura um cartaz acusando a rede 'Globo' de golpista, no Rio de Janeiro. AP