Seleccione Edição
Login

Graham, o homem imune a acidentes de trânsito

Escultura busca conscientizar motoristas australianos sobre fragilidade do corpo humano ao volante

Graham sobreviveria a uma colisão.

Chama-se Graham e, apesar de inanimado, tem uma importante lição de vida. Seu aspecto é o que deveria ter um homem para ter uma boa chance de sobreviver a um grave acidente de trânsito. Sua cabeça é mais larga (uma espécie de capacete natural), suas costelas são ultrarresistentes, não tem pescoço para não ter como quebrar a medula cervical… Em suma, um corpo capaz de escapar ileso de uma colisão a grande velocidade. A escultura, feita de fibra de vidro, silicone, resina e cabelo humano, foi encomendada pelas autoridades de segurança viária do Estado de Victoria, no leste da Austrália, à artista local Patricia Piccinini. Está em exposição em Melbourne e a partir de 8 de agosto percorrerá outras cidades da região. A ideia é que, ao se aproximar de Graham, a pessoa observe não só o seu aspecto externo, mas também como ele é por dentro, graças a tecnologias de realidade aumentada. Tudo para mostrar como ele é diferente de qualquer ser humano. Porque Graham tem uma mensagem: “Você não tem o que eu tenho, mas se dirigir com prudência não precisará ter”.

MAIS INFORMAÇÕES