Copa América

Brasil empata por 0 a 0 com o Equador na Copa América

Seleção jogou muito mal e precisa vencer os próximos jogos para se classificar

Daniel Alves (dir.) foi capitão do Brasil.
Daniel Alves (dir.) foi capitão do Brasil.J. C. C. (EFE)

Brasil e Equador ficaram no 0 a 0 na estreia das equipes na Copa América Centenário. A seleção brasileira de Dunga jogou uma de suas piores partidas no segundo tempo e agora precisará vencer os dois próximos jogos, contra Haiti e Peru, para se classificar para a próxima fase. Foi o primeiro jogo sem nenhum jogador do time que perdeu por 7 a 1 para a Alemanha na Copa do Mundo de 2014, mas a renovação da equipe ficou muito abaixo do que se esperava. Com poucas alternativas para passar pela zaga equatoriana, o Brasil só não foi derrotado porque o bandeira errou ao marcar saída de bola no lance que terminou em um frango histórico do goleiro Alisson (veja o lance no minuto a minuto abaixo). Um lance de sorte que pode ajudar a equipe a chegar às eliminatórias da competição.

O jogo

O Brasil começou levando susto. Logo aos 4 minutos do primeiro tempo, saída errada da zaga brasileira, Bolaños ficou com a bola na entrada da área e chutou forte. A bola passou raspando a trave de Alisson. Depois disso, porém, a seleção se arrumou. O bom entrosamento entre Coutinho, Willian e Jonas, trio que teve espaço para jogar na primeira etapa, fez com que o Brasil criasse duas boas chances. Aos 5 minutos, Willian cruzou rasteiro na área e Coutinho pegou de primeira. O goleiro Dreer fez grande defesa e evitou o primeiro gol. Aos 17, Coutinho arriscou de fora da área e quase abriu o placar. A bola passou tirando tinta da trave. O Equador tentava assustar em contra-ataques, mas errava muitos passes na ligação com o ataque. Foi um bom primeiro tempo, apesar do 0 a 0.

O mesmo não pode ser dito sobre a etapa final. Apesar da posse de bola de 60%, o Brasil simplesmente não produziu. Os equatorianos marcaram melhor os armadores da equipe brasileira e deixaram claro que o empate, para eles, seria um grande resultado. Com os times totalmente inoperantes, foram apenas dois lances de perigo nos 45 minutos finais. Aos 21 minutos, Bolaños chegou à linha de fundo e bateu direto para o gol. Alisson falhou e colocou a bola para dentro do gol mas, por sorte, o bandeira já havia marcado equivocadamente a saída de bola antes do chute. Dunga mexeu no time, colocou Lucas Moura em campo e, aos 38 minutos, o jogador do PSG recebeu de Coutinho na área, desviou de cabeça e mandou a bola na rede pelo lado de fora.

Foi muito pouco para a seleção de Dunga. O renovado time brasileiro agora precisa vencer Peru e Haiti para passar para a próxima fase e evitar a eliminação precoce, que seria mais uma catástrofe para o castigado futebol do país, tão acostumado a títulos mas que não consegue se livrar daquele 7 a 1.

Veja como contamos Brasil 0x0 Equador pela Copa América: