Campeonato Espanhol

Cristiano: “Se todos estivessem no meu nível seríamos os primeiros”

Português considera Campeonato Espanhol perdido e critica as lesões e a pré-temporada

Cristiano Ronaldo, durante o partido.

MAIS INFORMAÇÕES

Há vulcões ativos, como o Etna e o Chaparrastique, vulcões apagados, como o Teide, e vulcões que têm permanecido frios, mas que podem entrar em erupção a qualquer momento, como o Bernabéu, ou como Cristiano Ronaldo, que, no final do clássico de Madri, se apresentou na saída do estádio soltando lava pela boca.

"Jogamos melhor do que o Atlético, mas infelizmente não tivemos sorte", disse o atacante do Real, sem considerar que a estatística de finalizações entre os postes mostra o contrário. "O Atlético teve uma chance no segundo tempo e marcou um gol. Não sei se foi o fator sorte, mas tivemos mais chances do que eles e merecíamos ganhar. O Espanhol estava complicado e vai se tornar ainda mais difícil. Ainda temos a Champions, e se formos fortes no Espanhol seremos fortes na Champions".

"A situação já era preocupante antes do dérbi", disse, tirando a máscara do politicamente correto."Para ganhar uma competição longa e importante como o Espanhol, e sem querer menosprezar os jogadores, se você não têm os melhores é complicado. Estamos sem Karim, Pepe, Marcelo, Bale ... E é difícil. Não digo que os que jogaram não são tão bons como eles, mas os melhores sempre que faltam afetam as equipes. Eu gosto de jogar com Karim, com Bale, com Marcelo, e quando eles não estão é mais difícil. Ao longo da temporada isso se nota. Não digo que Danilo não está bem. Contra o Atlético ele foi o melhor, mas a longo prazo, se Marcelo não está se nota".

Cristiano indicou que a culpa pela epidemia de lesões pode ser da pré-temporada excêntrica feita pela equipe na Austrália por razões comerciais. "Não sei se foi por uma preparação ruim na pré-temporada", disse, "ou se foi uma má preparação subsequente, o fato é que nós estamos tendo uma série de lesões e isso prejudica a equipe. Principalmente em jogos fora de casa. E passamos a fatura.Estamos muitos pontos atrás de nossos principais rivais e o Espanhol está praticamente perdido. É impossível".

"Todos dizem que 'Cris' está mal", lamentou, denunciando uma espécie de conspiração contra ele."Mas vejo a temporada daqueles que dizem que são os melhores e me vejo perto deles. Na Champions não vejo ninguém perto de mim. Me incomoda, porque isso parece ser uma perseguição contra mim.Dizem que como eu deixei cair meu nível, caiu o nível do Madrid. Se todos estivessem no meu nível talvez nós fôssemos os primeiros na classificação! A imprensa é injusta comigo. Sempre. Aqui na Espanha se discute o meu valor. Parece que eu sou um merda! Mas a verdade é que as estatísticas não mentem. Olhem as estatísticas!".

"Não acho que a equipe não está jogando bem", disse. "Talvez menos bem do que em outros jogos, mas não está mal. Emocionalmente estamos piores no campeonato porque... Estamos nove pontos atrás do Barça com toda a pressão, e isso é mais complicado. Então você vê os jogos da Champions e estamos bem. Eu sei que mentalmente temos que ser regulares, mas o subconsciente te diz que quando você joga o Espanhol não é a mesma coisa. Na Champions começamos do zero como os outros. No Espanhol não. Mas repito: se na Champions você não tem os melhores bem fisicamente, não ganha".

Arquivado Em: