Corrupção NA FIFA

Como é eleito o presidente da FIFA?

Eleições para o sucessor de Blatter vêm marcadas por escândalos de corrupção

Congresso da FIFA acontece em Zurique.
Congresso da FIFA acontece em Zurique.ENNIO LEANZA (EFE)

Nesta sexta-feira será escolhido o sucessor de Joseph Blatter à frente da FIFA. Após o afastamento por corrupção de Michel Platini, são cinco os candidatos na disputa pela vaga deixada pelo suíço, que também foi suspenso acusado de corrupção após ser reeleito em maio para o quinto mandato. Estas são as chaves para um processo eleitoral histórico.

Mais informações

Cinco candidatos

O xeque do Bahrein Salman Bin Ibrahim Al-Khalifa, presidente da Confederação Asiática de Futebol (CAF), e o suíço Gianni Infantino, secretário-geral da UEFA, são os dois grandes favoritos, com vantagem para o primeiro. O sul-africano Tokyo Sexwall, o francês Jerome Champagne e o príncipe jordaniano Ben Ali são os outros três candidatos.

Colégio de 209 votantes, com 207 votos

O presidente é eleito pelo congresso da FIFA a cada quatro anos. Os presidentes das 209 federações nacionais associadas ao órgão reitor do futebol mundial compõem o colégio eleitoral, mas nesta ocasião votarão 207 porque a Indonésia e o Kuwait estão suspensos.

O peso das associações

A Confederação Africana de Futebol é a que possui maior número de votantes (54) porque é a que conta com mais associações nacionais, seguida pela UEFA (53), Ásia (46), Concacaf (35), Oceania (11) e Conmebol (10).

Dois terços no primeiro turno, maioria simples no segundo

Um candidato pode obter a presidência se contar com dois terços dos votos no primeiro turno. Se nenhum dos aspirantes conseguir a vitória no primeiro turno, realiza-se o segundo, em que os menos votados tendem a se retirar e deixar lugar aos dois mais votados da etapa anterior. A presidência é obtida com metade mais um dos votos.