manifestações estudantis são paulo

Governo de SP suspende reorganização escolar após protestos

Manifestações estudantis contra o fechamento de 92 escolas foram reprimidas pela PM Desgaste fez com que Geraldo Alckmin recuasse da proposta. Acompanhe a cobertura

Carlos Villalba R (EFE)

Após uma série de protestos dos estudantes da rede estadual de São Paulo, duramente reprimidos pela Polícia Militar,  o Governador Geraldo Alckmin anunciou nesta sexta-feira a decisão de suspender o plano de reorganização escolar, que entraria em vigor em 2016 e fecharia quase cem escolas no Estado.

A decisão vem depois do juiz Iberê de Castro Dias, da Vara da Infância Protetiva e Cível de Guarulhos, conceder liminar que suspende a chamada reestruturação escolar na cidade. Ele atendeu a um pedido do Ministério Público de São Paulo.

Acompanhe como foi a nossa cobertura, minuto a minuto:

Arquivado Em: