Seleccione Edição
Login

Geração de índios 3.0 invade os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas

Disputada em Palmas, no Tocantins, competição reúne 30 países

  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    1Anderson Iuri, indígena brasileiro da etnia Manoki, navega em uma rede social na oca digital dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, competição que reúne cerca de 2.000 atletas de 30 países em Palmas, no Tocantins. As tradições ancestrais dos povos nativos se misturam no evento, mas a alma dos antepassados agora é registrada por telefones inteligentes. Os Jogos presenciaram a invasão da geração de jovens nativos 3.0. EFE
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    2Indígenas brasileiros da etnia Manoki navegam no Google na oca digital durante os Jogos. Apesar da força de seus costumes, um grande número de índios já se acostumou com a febre tecnológica. Telefones de última geração, tablets e computadores tornaram-se elementos indispensáveis na rotina diária desses jovens. EFE
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    3Indígena fala no celular durante os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas. REUTERS
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    4Índio brasileiro da tribo Bororo assiste a competições dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, no Tocantins. Getty Images
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    5Um indígena brasileiro da etnia Kayapo participa na modalidade Arco e Flecha durante os Jogos Mundiais dos Povos Indígenas, competição que acontece entre 23 de outubro e 1 de novembro em Palmas, no Tocantins. EFE
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    6Indígena brasileiro da etnia Pataxó assiste a uma apresentação cultural e esportiva durante o segundo dia dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas. Nos Jogos, que contam com o apoio da ONU, os participantes disputam provas de esportes característicos das comunidades indígenas, mas também há espaço para modalidades ocidentais como o futebol, masculino e feminino. EFE
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    7Indígena brasileiro participa do terceiro dia de competições dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas. EFE
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    8Uma indígena da Nova Zelândia desfila durante apresentação nos primeiros Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (JMPI). Guerreiras de mais de uma dezenas de etnias de diferentes partes do mundo exibiram a beleza e suas tradições em vestimentas e acessórios típicos de seus povos de origem. EFE
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    9Um integrante da etnia Maori, da Nova Zelândia, participa da cerimônia do fogo na abertura dos Jogos, em 22 de outubro. A competição recebe indígenas de diferentes países da América e de etnias da Rússia, Finlândia, Estados Unidos, Congo, Nova Zelândia e Mongolia, entre outros. EFE
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    10Indígena do México participa de jogo conhecido como 'A Batalha', esporte parecido com o hóquei mas com uma bola de fogo no lugar do disco. REUTERS
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    11Indígena da tribo Rikbaktsa observa competição de cabo de guerra. REUTERS
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    12Mulheres da tribo Kamayura demonstram a luta Huka Huka na primeira edição dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas. REUTERS
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    13Índio Pataxó participa dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas em Palmas, no Tocantins. AP
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    14Índia Kayapó participa da primeira edição dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas. AP
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    15Índios da tribo Xavante protestam contra a PEC 215, que transfere para o Congresso a decisão final sobre demarcações de terras indígenas. A PEC foi aprovada em 27 de outubro por 21 votos a 0. AP
  • Jogos Mundiais dos Povos Indígenas 2015
    16Indígena brasileiro pratica canoagem durante competição nos primeiros Jogos Mundiais dos Povos Indígenas. Getty Images