El Chapo Guzmán

Presos os comparsas de Chapo Guzmán que o ajudaram a fugir

A rede norte-americana CNN informa que o capo caiu num barranco durante perseguição

O Chapo é conduzido por agentes de segurança.AP

O Governo mexicano anunciou na tarde de quarta-feira que deteve todos os envolvidos na fuga de Joaquín “El Chapo” Guzmán de um presídio de máxima segurança em 11 de julho passado. Trinta e quatro pessoas foram presas, segundo a procuradora-geral Arely Gómez. O anúncio foi feito enquanto a imprensa norte-americana continua revelando detalhes da mais recente fuga do capo. Na sexta, a NBC divulgou que o narcotraficante havia sofrido ferimentos na perna e no rosto quando escapava do cerco militar, informação que as autoridades mexicanas confirmaram horas depois. Nesta quarta, a CNN informou que o capo caiu num barranco durante a perseguição. No México, praticamente não há informação oficial. As autoridades afirmam que detiveram todos os que ajudaram o homem mais procurado do México a fugir, mas fazem escassos comentários sobre os avanços na captura de “El Señor”.

MAIS INFORMAÇÕES

Gómez reiterou o que a instituição que dirige (a Procuradoria Geral da República, PGR) difundiu nos últimos dias. Agentes penitenciários, pilotos e até um cunhado de “El Chapo” foram detidos. Repetiu o que já se sabe sobre a fuga: “El Señor” escapou por um túnel que ligava sua cela a um edifício do exterior e depois se dirigiu, por terra, a San Juan del Río (Querétaro, 168 quilômetros a noroeste da capital mexicana). Mas se desconhecem os detalhes, como a gravidade de suas feridas e quantas tentativas de captura ele conseguiu burlar.

O Exército e a Marinha mantêm um cerco militar no chamado Triângulo Dourado, um enclave em plena Sierra Madre onde os limites entre os estados mexicanos de Chihuahua, Sinaloa e Durango se diluem. Os habitantes dos vilarejos onde os soldados mantêm o cerco fugiram aterrorizados. Francisca Quintero, entrevistada pela agência francesa AFP, explica que se escondeu debaixo da cama quando “uma chuva de balas” caiu sobre sua casa. “Acham que somos estúpidos porque somos gente simples, mas sabemos ler e escrever”, disse. O prefeito do maior município da região, Cosalá, afirmou que ao menos 600 pessoas foram deslocadas nos últimos dias devido aos confrontos. O Governo negou ter violado garantias durante a busca ao capo.

O Exército e a Marinha mantêm um cerco militar no chamado Triângulo Dourado, um enclave em Sierra Madre

Joaquín “El Chapo” Guzmán, líder do cartel de Sinaloa (a maior organização de narcotráfico do mundo), fugiu em 11 de julho da prisão de segurança máxima de Altiplano. As autoridades dizem que o capo escapou através de um sofisticado túnel de 1,5 quilômetro de extensão que desembocava numa casa abandonada nos arredores do presídio. Após viajar por terra até Querétaro, o traficante tomou um avião até seu esconderijo, que não foi especificado pela procuradora.

Arquivado Em: