Seleccione Edição
Login

Fernanda Montenegro é indicada ao Emmy por série da TV Globo

Atriz de 'Doce de Mãe' representará o país no Oscar do cinema e da televisão nos EUA

Fernanda na FLIP a que acompanhou a filha, a atriz e escritora Fernanda Torres, em 2014.
Fernanda na FLIP a que acompanhou a filha, a atriz e escritora Fernanda Torres, em 2014.

Mais uma vez, Fernanda Montenegro põe o rosto em uma vitrine internacional, e o Brasil é quem se sente admirado pelo trabalho de uma de suas maiores atrizes. O feito, desta vez, é a indicação da atriz carioca de 85 anos ao 43° Emmy Internacional, um termômetro da TV mundial, comparável ao Oscar estrangeiro no caso do cinema. Fernanda foi indicada por sua atuação na série Doce de Mãe, da Globo, em que faz Dona Picucha – personagem que rendeu a ela seu primeiro Emmy, em 2013. O programa é um dos que concorrem a melhor série humorística de 2015.

“Não sou uma mulher jovem e não tenho ambições de sair do meu país para fazer uma carreira ou uma vida em Hollywood”, declarou a atriz à imprensa várias vezes quando foi indicada ao Oscar por sua atuação como Dora, de Central do Brasil, em 1999, e também em 2007, quando fez a mãe de Florentino Ariza (Javier Bardem) na versão cinematográfica de O amor nos tempos do cólera, de Gabriel García Márquez. Mesmo que essa não seja sua expectativa, a nova indicação ao Emmy faz dela, de longe, um dos rostos do cinema e da televisão nacional mais reconhecidos em Hollywood, a meca do cinema e da televisão nos EUA.

Com 60 anos de carreira, a mãe de Cláudio e de Fernanda Torres – atriz e escritora de um carisma e um profissionalismo que também conquistam o país – seleciona cada vez mais seus trabalhos televisivos, mas continua fazendo a diferença com papeis como o da advogada Teresa, cujo beijo em Estela (personagem de Nathália Timberg) na novela Babilonia, de Gilberto Braga, fez muitos brasileiros discutirem preconceitos sobre lesbianismo e também sobre relacionamentos amorosos na terceira idade.

A atriz no papel de Dona Picucha.
A atriz no papel de Dona Picucha.

Em entrevista recente a Roberto D'Avila, em seu programa na Globonews, Fernanda Montenegro avaliou o momento conservador que o país vive. “Agora nós estamos falando pouco dessa revolução real que está acontecendo no Brasil, que é falar com liberdade o que se quer dizer. Isso está chocando um pouco, porque sempre teve alguém que falava mais alto. Neste momento, todo mundo está num palanque: nós estamos ouvindo todos. Ainda mais pela internet. Não eram só os homossexuais que estavam no armário. De uma certa forma o país estava em armários”, analisou a atriz, cujo sonho era ser secretária, carreira para a qual se preparou, até estrear no teatro.

Mais Brasil no Emmy

Entre as séries dramáticas que concorrem nesta edição do evento, está a brasileira Psi, produzida pela HBO América Latina e protagonizada pelo ator Emilio de Melo, também indicado. Outros concorrentes do Brasil ­são a novela Império, de Aguinaldo Silva, a série Malhação Sonhos, ambas da TV Globo, que já coleciona doze estatuetas do prêmio (entre elas, as de Melhor Novela com Caminho das Índias, Lado a Lado e Joia Rara). Os vencedores serão conhecidos em 23 de novembro, em Nova York.

MAIS INFORMAÇÕES