Seleccione Edição
Login

HBO faz exigências eróticas a figurantes de nova série

Atores precisaram assinar cláusulas sexuais muito explícitas

Não é novidade que os canais de TV a cabo dos EUA têm ampla liberdade para tratar de temas como sexo e violência, dois elementos que há anos são parte do DNA da emissora HBO. Não por acaso, um vídeo viral brincava recentemente com o popular slogan do canal – “It’s not TV, it’s HBO” (“Não é televisão, é HBO”) –, substituindo-o por “It’s not porn, it’s HBO” (“Não é pornô, é HBO”). Embora seja compreensível que nas séries da TV paga apareçam cenas mais explícitas do que na TV aberta, as exigências feitas aos figurantes de uma nova produção da HBO geraram polêmica em Hollywood.

Durante a produção da série Westworld, adaptação do filme de Michael Crichton protagonizada por Rodrigo Santoro, Anthony Hopkins e Ed Harris, com estreia prevista para o ano que vem, 57 figurantes tiveram de assinar uma cláusula para uma cena específica em que deviam ficar “totalmente nus e/ou presenciar outros totalmente nus e participar de situações sexualmente gráficas”. Além disso, deveriam levar um “aplique de pelo pubiano, interpretar contato entre genitais ou simular sexo oral”, além de realizar posições sexuais que, segundo o documento, poderiam ser “desagradáveis ou incômodas” para o ator.

A participação nessa cena foi recompensada com um cachê de 600 dólares (2.383 reais), acima dos 157 dólares (624 reais) que os figurantes ganham habitualmente, segundo o site Deadline, que cobre o noticiário de Hollywood.

Diante dessas condições, o sindicato de atores SAG-AFTRA acusou a emissora de fazer exigências explícitas demais aos figurantes. O canal alega que não impôs esses requisitos, que teriam sido adotados pela agência encarregada do casting. O sindicato também pediu que os acordos trabalhistas para profissionais de TV fossem fiscalizados nessa gravação, que aconteceu na quarta-feira. A entidade também recorda que cenas desse tipo podem ser gravadas, mas desde que feitas com a menor equipe técnica possível, a portas fechadas e sem registro fotográfico. Além disso, os atores têm o direito de revogar seu consentimento se considerarem oportuno.

MAIS INFORMAÇÕES