Seleccione Edição
Login

A trajetória política de José Dirceu

De líder estudantil a preso por corrupção: ex-ministro passou por altos e baixos durante sua vida política

  • O líder estudantil, José Dirceu, sendo levado preso durante o congresso da União Nacional dos Estudantes, em Ibiúna, interior de São Paulo. Reconhecido pelos policiais, ele foi levado para a delegacia separadamente do restante dos cerca de mil estudantes que participavam no encontro.
    1O líder estudantil, José Dirceu, sendo levado preso durante o congresso da União Nacional dos Estudantes, em Ibiúna, interior de São Paulo. Reconhecido pelos policiais, ele foi levado para a delegacia separadamente do restante dos cerca de mil estudantes que participavam no encontro. Arquivo/Estadão conteúdo
  • Ficha de José Dirceu no Departamento de Ordem Social e Política (DOPS), durante sua prisão na época da ditadura.
    2Ficha de José Dirceu no Departamento de Ordem Social e Política (DOPS), durante sua prisão na época da ditadura.
  • Presos políticos que foram soltos em troca da libertação do embaixador norte-americano Charles Burke Elbrick, sequestrado pela Aliança Libertadora Nacional (ANL). José Dirceu, o segundo da esquerda para direita, no alto, foi deportado para o México, de onde seguiu para Cuba.
    3Presos políticos que foram soltos em troca da libertação do embaixador norte-americano Charles Burke Elbrick, sequestrado pela Aliança Libertadora Nacional (ANL). José Dirceu, o segundo da esquerda para direita, no alto, foi deportado para o México, de onde seguiu para Cuba.
  • José Dirceu com Eduardo Matarazzo Suplicy e Lula, três dos principais nomes de fundação do Partido dos Trabalhadores, em 1980.
    4José Dirceu com Eduardo Matarazzo Suplicy e Lula, três dos principais nomes de fundação do Partido dos Trabalhadores, em 1980. ESTADÃO CONTEÚDO
  • Depois de ser um dos principais articuladores da campanha que levou Lula à presidência, em 2003, Dirceu se torna ministro da Casa Civil, uma das pastas mais importantes do novo governo petista.
    5Depois de ser um dos principais articuladores da campanha que levou Lula à presidência, em 2003, Dirceu se torna ministro da Casa Civil, uma das pastas mais importantes do novo governo petista. Agência Brasil
  • O então ministro da Casa Civil encontra Fidel Castro em Havana, em 2003.
    6O então ministro da Casa Civil encontra Fidel Castro em Havana, em 2003.
  • José Dirceu saúda militantes ao chegar à sede da Polícia Federal, em São Paulo, em 15 de novembro de 2013. Condenado a 7 anos 11 meses por envolvimento no mensalão, ele se entregou ao ter a prisão decretada pelo Supremo Tribunal Federal.
    7José Dirceu saúda militantes ao chegar à sede da Polícia Federal, em São Paulo, em 15 de novembro de 2013. Condenado a 7 anos 11 meses por envolvimento no mensalão, ele se entregou ao ter a prisão decretada pelo Supremo Tribunal Federal. Folhapress
  • O ex-ministro chega à Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, em 4 de novembro de 2014, para assinar o termo que o liberou para cumprir prisão em regime aberto. Abatido, ele passara 11 meses dormindo na prisão e agora poderia cumprir o resto da pena em casa.
    8O ex-ministro chega à Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, em 4 de novembro de 2014, para assinar o termo que o liberou para cumprir prisão em regime aberto. Abatido, ele passara 11 meses dormindo na prisão e agora poderia cumprir o resto da pena em casa. Agência Brasil
  • O ex-ministro da Casa Civil, ao ser preso pela Polícia Federal em agosto de 2015, por suspeita de estar envolvido com o esquema da Operação Lava Jato.
    9O ex-ministro da Casa Civil, ao ser preso pela Polícia Federal em agosto de 2015, por suspeita de estar envolvido com o esquema da Operação Lava Jato. Estadão Conteúdo
  • Em 18 de maio de 2016, José Dirceu é condenado a mais de 23 anos de prisão por envolvimento em crimes investigados pela Lava Jato. A imagem, de arquivo (2015), mostra o ex-ministro sendo levado pela Polícia Federal.
    10Em 18 de maio de 2016, José Dirceu é condenado a mais de 23 anos de prisão por envolvimento em crimes investigados pela Lava Jato. A imagem, de arquivo (2015), mostra o ex-ministro sendo levado pela Polícia Federal. TV Brasil