eleições méxico 2015

Deputado procura um sósia

Parlamentar mexicano lança concurso para buscar um dublê que o represente em atos

O deputado mexicano Renato Tronco.
O deputado mexicano Renato Tronco.

O deputado Renato Tronco Gómez gosta de ganhar votos sem fazer esforço. Em seu afã por somar adeptos e não decepcionar seus seguidores, o parlamentar de Veracruz, de 45 anos, surpreendeu o México ao convocar um concurso nacional para escolher um sósia. Outro Renato Tronco Gomez, de bigode preto e chapéu de rancheiro, que possa aliviar sua carga de trabalho diária e trabalhe como sósia nos intermináveis atos, eventos e apresentações que sobrecarregam sua jornada. “Se as pessoas aceitam que você mande outra pessoa, o melhor é que ela seja seu sósia”, afirma.

—Mas assim o senhor não engana as pessoas?

—Não, porque diremos a elas que é um sósia.

—E o que um sósia pode dizer aos cidadãos?

—Terá que passar por uma capacitação e estudar os temas. Além disso, contará sempre com minha equipe para saber o que pode ou não dizer.

Além de surpreendente, o deputado estadual Tronco é bastante escorregadio. Declara-se independente, mas em poucos anos percorreu todo o arco político. Foi prefeito pelo PAN, depois mudou para o Partido Revolucionário Veracruzano (filial do PRI) e, em 2013, obteve sua cadeira pelo Partido Verde Ecologista do México. Não faltou polêmica nessa viagem acelerada. Como deputado, além de uma intensíssima atividade social, ele foi o campeão entre os congressistas mais ausentes de Veracruz.

“Não tenho tempo de estar presente em todos os lugares, não dou conta. Por isso busco um sósia. Alguém que me ajude a distribuir, por exemplo, mobiliário escolar, que vá a festas, cavalgadas, eventos culturais e cívicos. Só consigo comparecer a três atos por dia, mas existem mais.” Com esse objetivo, Tronco imprimiu cartazes e divulgou nas redes sociais o concurso Busca-se um sósia. O primeiro prêmio inclui 40.000 pesos (cerca de R$ 7.900) e, como diz o deputado, um contrato de trabalho. O júri será formado por ele mesmo e sua esposa. Uma vez eleito, o sósia será “capacitado” e seu trabalho deverá respeitar algumas regras, como a proibição de participar de tarefas legislativas. “Também não poderá dormir com minha mulher”, brinca Tronco.

O cartaz do concurso.
O cartaz do concurso.

O concurso, sucesso na rede, foi recebido no México como algo vergonhoso e muito criticado. Fartos das palhaçadas da exuberante fauna política local, diversos veículos de comunicação repreenderam o deputado. Ainda pesam na memória casos como o do prefeito de San Blas, que venceu as eleições após confessar publicamente que durante seu mandato tinha roubado, “mas um pouquinho”.

“Esse tema do sósia é uma manifestação de cinismo. Deve estar competindo pelo posto de mais ridículo. Mas políticos desse tipo não chegaram de Marte para conquistar o México; são nossos vizinhos. Nosso futuro político dependerá da resposta que a população der a eles”, afirma do diretor do Instituto Mexicano para a Competitividade, Juan Pardinas.

Mas as críticas não afetam Tronco. Ele pretende ser governador e está disposto a tudo para seguir seu caminho. Não se importa com um inquietante cenário de troncos multiplicados, de palavras rudes e modos rancheiros. Quando lhe perguntam o que fará se o concurso revelar mais de um sósia, inclusive três ou quatro, não hesita em responder: “Ficarei com eles.”