Seleccione Edição
Login

Iglesias: “Piketty deu a Podemos um ‘tanque de oxigênio’”

O líder da formação política e o economista francês conversam sobre propostas econômicas e a reestruturação da dívida

Iglesias (esq.), conversa com o economista Thomas Piketty.
Iglesias (esq.), conversa com o economista Thomas Piketty. EFE

Que a reestruturação da dívida é uma medida razoável, que não devem parar de trabalhar e que Podemos tem razão. É o que Pablo Iglesias conta que reafirmou o economista Thomas Piketty na sexta-feira em uma reunião privada depois que o francês concedeu uma entrevista para seu programa Outra vuelta de tuerka.

O líder de Podemos afirmou, em declarações aos meios de comunicação, que o economista francês lhes deu um “tanque de oxigênio” ao dizer que eles estão certos em muitas de suas propostas econômicas. Iglesias explicou que Piketty os incentivou a “continuar trabalhando assim”, porque “é preciso forçar a Alemanha a sentar e negociar” e que o economista concorda com Podemos de que outra política econômica é possível. “Parece mentira que países como França e Alemanha, que tiveram suas dívidas perdoadas, estejam contra uma medida que é essencial para falar sobre prosperidade no sul da Europa”, acrescentou o político espanhol sobre as posições de Piketty. Ele também salientou que a reunião “foi um impulso que lhes agradou” e reafirmou a ideia de que a mudança que pregam é possível, “não só na Espanha, mas também na Europa”, disse depois da reunião.

Que Piketty possa nos ajudar é uma honra"

Pablo Iglesias, líder de Podemos

Piketty, autor de O Capital no Século XXI e defensor da criação de um imposto sobre o capital focado em tributar as grandes fortunas, disse que era “maravilhoso conversar com líderes políticos que são também professores universitários”. A conversa aconteceu um dia depois que o francês se reuniu publicamente com o secretário-geral do PSOE, Pedro Sánchez, na quinta-feira, durante a mesa redonda Capitalismo, crise e desigualdade.

Acompanhado por outros membros da direção de Podemos como Rafael Mayoral, o economista Nacho Álvarez, o professor Luis Alegre e a advogada Gloria Elizo, Iglesias assegurou que se sentiu lisonjeado por contar com o apoio de Piketty: “Queremos trabalhar com os melhores e que Piketty possa nos ajudar e que suas ideias e sua formação profissional possam ser úteis para a mudança política no nosso país, para nós é uma honra.”

MAIS INFORMAÇÕES