Estado Islâmico

Uma esposa e um filho do líder do Estado Islâmico são detidos no Líbano

Parentes de Abu Bakr al-Baghdadi viajavam com passaportes falsos nas proximidades da fronteira

Abu Bakr al-Baghdadi, em um aparecimento público em julho.
Abu Bakr al-Baghdadi, em um aparecimento público em julho.REUTERS

O Exército libanês deteve uma das esposas e um dos filhos do chefe do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), Abu Bakr al-Baghdadi, em um posto fronteiriço com a Síria, segundo informações de fontes militares para a Reuters, na terça-feira. A mulher, cuja nacionalidade ainda não foi revelada, viajava com seu filho, ambos com passaportes falsos, de acordo com o jornal libanês As Safir.

Os dois foram conduzidos para uma prisão situada na sede do Ministério de Defesa libanês, onde estão sendo interrogados, acrescentaram as fontes. A captura ocorreu há dez dias, em coordenação com “serviços de inteligência estrangeiros”.

No momento, não foram divulgados mais dados sobre a captura ou a identidade da esposa, que cruzou o Líbano vinda da Síria, país no qual, junto com o Iraque, Al-Baghdadi proclamou como califado em junho. As forças de segurança libanesas aumentaram sua vigilância na fronteira com a Síria e realizaram várias detenções de supostos terroristas nos últimos meses.

MAIS INFORMAÇÕES

Na segunda-feira, anunciaram a prisão de 11 pessoas, entre elas um cidadão australiano e quatro sírios, por supostos vínculos com o terrorismo em duas batidas no país. O Estado Islâmico e a Frente al-Nusra (filial da Al Qaeda na Síria) ainda mantém prisioneiros 26 soldados e policiais libaneses tomados como reféns durante combates em agosto na fronteira, e assassinaram três.

Arquivado Em: