25 anos da queda do muro

Cidade dividida / cidade unificada

A queda do muro mudou radicalmente a fisionomia de Berlim. Compare o antes e o depois

Um muro dividiu a capital alemã por 28 anos, de 1961 até a noite de 9 de novembro de 1989. A fronteira entre as duas Alemanhas configurou uma paisagem urbana única no mundo. Seu desaparecimento transformou a cidade e desencadeou uma renovação ainda em curso. A mudança fica evidente nestas imagens, tomadas com perspectiva idêntica e anos de diferença. Mova o cursor para os lados e compare as fotos.

Mueve el ratón sobre la imagen lateralmente para comparar la fotografía antigua y la actual. Hacia la derecha podrás ver la tomada este año, y hacia la izquierda la instantánea de los años del Muro

Berlinenses ocidentais acenam para familiares em Berlim Oriental um ano após a construção do Muro na Rua Bernauer, em 13 de agosto de 1962. A outra imagem mostra várias pessoas cruzando a mesma área em 26 de outubro de 2014, 25 anos depois da queda do Muro. (AP/Werner Kreusch e Markus Schreiber)

O muro de Berlim na vazia praça Postdamer em agosto de 1962. Na foto tomada em 25 de setembro de 2014, a mesma praça tem um trânsito intenso de veículos. (AP/ Edwin Reichtert e Markus Schreiber)

Mueve el ratón sobre la imagen lateralmente para comparar la fotografía antigua y la actual. Hacia la derecha podrás ver la tomada este año, y hacia la izquierda la instantánea de los años del Muro

Cidadãos da Alemanha Oriental constroem o Muro diante do Reichstag em 20 de novembro de 1961. Na imagem atual, tomada em 25 de setembro de 2014, vários ciclistas cruzam o lugar onde se erguia a barreira. (AP/Markus Schreiber)

Mueve el ratón sobre la imagen lateralmente para comparar la fotografía antigua y la actual. Hacia la derecha podrás ver la tomada este año, y hacia la izquierda la instantánea de los años del Muro

Uma mulher observa o Muro de Berlim frente ao rio Spree no centro da cidade em 1980. Ao fundo, aparecem as obras do hospital Charité. Na foto deste ano, tirada em 16 de setembro, vê-se uma ponte cruzando o rio e os novos edifícios na Reichstagufer. (AP/Elke Bruhn Hoffman e Markus Schreiber).