NAÇÕES UNIDAS

Venezuela entra no Conselho de Segurança da ONU

Caracas concorreu sozinha no grupo integrado pelos países da América Latina e Caribe

A delegação venezuelana comemora o resultado da votação.
A delegação venezuelana comemora o resultado da votação.SPENCER PLATT (AFP)

A Venezuela ocupará a partir do começo do ano que vem, até o final de 2016, uma das cadeiras rotativas vagas no Conselho de segurança das Nações Unidas. Sua candidatura obteve o apoio de 181 membros na primeira rodada de votações. Precisava de 129 aprovações para que pudesse conseguir o intento. É a quinta vez que o país latino-americano estará presente no órgão das Nações Unidas que vela pela paz e segurança mundial.

Caracas concorreu sozinha no grupo integrado pelos países da América Latina e Caribe. Em julho, a candidatura já tinha o consenso de sua região e no começo da votação no plenário da Assembleia Geral já se comprovou que conseguiria a vaga. Dos dez postos rotativos do Conselho, cinco foram eleitos na quinta-feira. Na primeira rodada foram eleitas também Angola, Malásia e Nova Zelândia. A Espanha passou para a segunda rodada para disputar uma cadeira com a Turquia.

A Venezuela ocupará, a partir de 1º de janeiro, o posto que a Argentina deixa vago. Já representou a região nos biênios de 1962-1963, 1977-1978, 1986-1987 e 1992-1993. Tentou novamente em 2006, mas os Estados Unidos acabaram com suas chances, elegendo o Panamá. Os EUA ocupam um assento permanente com direito a veto, como a China, França, Rússia e o Reino Unido. Os outros cinco países que estão na metade do mandato são o Chade, Chile, Jordânia, Lituânia e Nigéria.

Arquivado Em: