ELEIÇÕES 2014

Marina empata com Dilma no primeiro turno e vence no segundo

O levantamento do Datafolha indica que a candidata do PSB superaria Dilma em 10 pontos percentuais, com 50% dos votos

Dilma Rousseff abraça garoto em evento com trabalhadores rurais.
Dilma Rousseff abraça garoto em evento com trabalhadores rurais.

A segunda pesquisa de intenção de voto do instituto Datafolha, divulgada nesta sexta-feira, indica que as candidatas a ocupar o cargo de presidente do Brasil, Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB), estão tecnicamente empatadas com 34%, caso o primeiro turno das eleições fosse celebrado hoje. Dilma tinha 36% e Marina 21% no levantamento anterior, do dia 18 de agosto.

A análise do cenário de um segundo turno indica uma vitória da substituta de Eduardo Campos com uma vantagem de 10%: Dilma ficaria com 40%, enquanto Marina teria 50% dos votos. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Mais informações

Nesta semana, o mercado financeiro já indicava sua simpatia pela candidata do PSB: a Bolsa de Valores de São Paulo fechou na quarta-feira com o melhor resultado desde janeiro de 2013.

O movimento de ascensão de Marina já se perfilava na anterior pesquisa do Datafolha, quando contava com 21% dos votos mesmo antes de ser confirmada oficialmente como candidata substituta. O tucano Aécio Neves (PSDB), que já estava empatado com Marina desde a última pesquisa (tinha 20%), ficaria em terceiro lugar, com 15% dos votos no primeiro turno. Os outros candidatos somariam todos 3%. Votos em branco e indecisos representam 7% cada um.

A sondagem também abordou a aprovação ou não do Governo Dilma. Os eleitores contentes, que consideravam a gestão boa ou ótima, caíram: passaram de 38% na pesquisa anterior para 35%. Os que acreditam que os quatro anos de Dilma foram ruins ou péssimos passaram de 23% para 26%, de um total de 2.874 entrevistados em 178 municípios brasileiros.

Em outro levantamento recente, do instituto Ibope, encomendado pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela TV Globo e divulgado nesta quarta-feira (26), Marina também superaria Dilma no segundo turno, com 45% dos votos contra 36% da candidata petista.