As tropas de Kiev capturam dez soldados russos no leste da Ucrânia

Os militares patrulhavam a fronteira e afirmam que cruzaram para o país vizinho sem perceber

Quatro dos soldados russos detidos na Ucrânia. Reuters (reuters_live)

Enquanto os confrontos continuam no leste da Ucrânia, onde os separatistas lançaram uma nova ofensiva, Kiev deteve, na segunda-feira, em seu território, um grupo de paraquedistas russos, e divulgou um vídeo no qual interroga um deles. O Ministério da Defesa russo não fez comentários oficiais sobre o assunto, mas uma fonte da entidade confirmou a notícia e afirmou que os soldados provavelmente atravessaram a fronteira “por acaso”.

O Serviço de Segurança da Ucrânia informou ter capturado os 10 soldados russos perto de Zerkalni (50 quilômetros a sudeste de Donetsk) e divulgou fotos deles, além de um vídeo no qual o interrogado, que diz se chamar Dmitri Smirnov, conta que ele e os colegas só perceberam que estavam na Ucrânia quando viram um tanque com a bandeira do país.

Mais informações

“Estávamos acompanhando uma coluna motorizada”, explicou Smirnov, que afirmou pertencer ao Regimento 331 da 98a Divisão Aerotransportada russa. Ele disse ainda que tinha abandonado seu tanque junto com outros soldados quando os ucranianos começaram a disparar contra eles.

O funcionário do Ministério da Defesa russo que confirmou a notícia sob a condição de permanecer anônimo afirmou que os soldados patrulhavam um setor da fronteira. Ele acredita que os homens passaram para o território ucraniano “provavelmente por acaso, em uma área não sinalizada”. “Até onde sabemos, eles não ofereceram resistência” na hora da prisão, ressaltou a fonte, lembrando que mais de 500 ucranianos cruzaram a fronteira com a Rússia nos últimos tempos, alguns deles “armados e em tanques”.

“Nunca fizemos um escândalo por causa disso e devolvemos essas pessoas ao território ucraniano em um local seguro”, afirmou o funcionário. Kiev disse que abriu um caso criminal contra os soldados russos, que foram “detidos com documentos pessoais e armas”.

As autoridades ucranianas também dizem que suas tropas conseguiram deter o avanço da coluna de tanques dos separatistas que se aproximava da cidade de Mariupol. Enquanto isso, os rebeldes afirmam estar preparando uma ofensiva em várias direções.

O incidente com os paraquedistas russos capturados por Kiev ocorre horas antes do início de uma cúpula entre os presidentes da Rússia, de Belarus e do Cazaquistão (países membros da União Aduaneira Euroasiática), em Minsk, da qual também participarão três representantes da União Europeia e o presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko. Espera-se que em algum momento o ucraniano se encontre com seu homólogo russo, Vladimir Putin, apesar de a reunião bilateral ainda não ter sido confirmada.