Seleccione Edição
Login

Um pato de borracha que não nada na banheira

A icônica escultura inflável do holandês Hofman Florentjin atraca no porto de Los Angeles

No porto de Los Angeles desembarcou um colosso. E não se trata de um cruzeiro repleto de turistas, mas sim do maior pato de borracha do mundo. Com quase 20 metros de altura, esta obra do artista holandês Hofman Florentjin pretende se converter em um ícone para a união de todas as culturas do mundo. E embora não tenha deixado de percorrer lagos e portos mundo afora desde 2007, esta é a sua primeira escapada do verão. Um privilégio para o público do The Tall Ships Festival, na cidade norte-americana. O simpático patinho, que não nada na banheira, recebe os olhares de incredulidade de todos aqueles que estão perto dele, sendo o centro das atenções por onde passa. Embora nem todos o recebam da mesma forma. Como as aves da baía de Taiwan, que não devem ter o visto com bons olhos e reagiram se lançando ao ataque, perfurando sua cobertura, que não demorou muito para murchar.