Juan Carlos Varela toma posse como novo presidente do Panamá

O mandatário aceita a tarefa de manter o crescimento econômico acima de 7% ao ano

Nesta terça-feira, mudou de governo o país de maior taxa de crescimento econômico da América Central, dono do canal por onde passa 5% do comércio mundial marítimo. O empresário Juan Carlos Varela substituiu seu ex-aliado e agora maior opositor, Ricardo Martinelli, sob o olhar atento de governos cujos interesses comerciais e econômicos estão postos nessa nação de 3,6 milhões de habitantes, um em cada quatro abaixo da linha da pobreza.

Varela, 50 anos de idade e diplomado como Engenheiro Industrial nos Estados Unidos, assume o comando panamenho com o desafio de conseguir governabilidade, pois está em minoria parlamentária. Seu Partido Panameñista está em desvantagem frente ao partido Cambio Democrático, presidido por Martinelli, que se despediu do Palácio Las Garzas com uma promessa: “Voltarei”, mesmo após a eloquente derrota eleitoral de 4 de maio.

Varela aceita a tarefa de manter o crescimento econômico acima de 7% ao ano (8,5% em 2013) e de finalizar as obras de ampliação do Canal do Panamá, além de elevar as condições sociais. Pretende também restabelecer relações diplomáticas com o Governo do venezuelano Nicolás Maduro.

Compareceram à posse desta manhã o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, o presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy e o presidente de Taiwan, Ma Ying-jeou, três dos dez mandatários que confirmaram presença.

Varela é o sexto mandatário panamenho depois do golpe dado pelas tropas dos Estados Unidos contra Manuel Antonio Noriega, em 20 de dezembro de 1989.