Um clube de futebol profissional boliviano contrata Evo Morales

O presidente boliviano é contratado para jogar na equipe Sport Boys e ganhará 460 reais ao mês

O presidente boliviano, Evo Morales.
O presidente boliviano, Evo Morales. (EFE)

Não é Messi nem Cristiano Ronaldo e embora quase tenha o dobro da idade deles, a nova aquisição da mais jovem equipe bolivianas de futebol, o Sport Boys, vai ter trato de estrela: três jogos na temporada, 20 minutos de jogo no campo,camisa número 10, treinador pessoal, mas um salário de proletário: 210 dólares ao mês (cerca de 460 reais).

O presidente deste clube, Mario Cronenbold, admite que a nova aquisição, o atual presidente da Bolívia, Evo Morales, não é um reforço técnico, mas sim para escorar a economia da equipe a cada vez que participe em uma partida do torneio na próxima temporada a partir de agosto deste ano.

“Não estamos trazendo Evo para que seja campeão”, esclareceu Cronenbold ao dizer que estão contribuindo para tornar realidade um sonho de Morales. O dirigente esportivo considera que Morales manipula bem a pelota e tem força em seus lançamentos para o gol rival.

O presidente do Sport Boys —que pela primeira vez desde sua criação chega ao futebol profissional-- está seguro de que todos querem ver o chefe de Estado jogar em uma equipe de futebol de primeira divisão, incluídos seus adversários políticos. Não costuma se dar com frequência que um presidente em exercício seja, ao mesmo tempo, um jogador do futebol profissional.

Morales, que em outubro cumprirá 55 anos, é um apaixonado pelo futebol e, de fato, joga todas as vezes que sua agenda de atividades lhe permite e é o primeiro a propor um jogo de futebol durante suas visitas tanto ao interior do país como em suas viagens ao exterior. Em 2008, jogou no Litoral, equipe não profissional de La Paz.

O Sport Boys é um clube -fundado em 1954 na cidade de Warnes, a pouca distância da cidade de Santa Cruz- que conseguiu chegar à primeira divisão do futebol boliviano na temporada de 2013 -2014 e se encontra em nona posição, em uma tabela de doze equipes a poucas datas da conclusão do torneio.

Cronenbold afirmou, conforme a imprensa de Santa Cruz, que tanto o presidente boliviano como o clube estão à espera de que a Liga de Futebol envie ao Sport Boys os formulários de inscrição que, uma vez preenchidos, habilitarão Morales como jogador profissional na temporada que se aproxima 2014 -2015.

Warnes, de pouco mais de 50.000 habitantes, tem um campo esportivo com capacidade para menos de 10.000 pessoas. A equipe integra o grupo de quatro clubes que estão disputando o torneio e é possível que se classifique para várias copas regionais.

Os outros reforços que Sport Boys contratou são Cristian Fabiani, conhecido como o Ogro, de longa trajetória no futebol argentino, espanhol e do Oriente Médio, e Hugo Bargas.

A notícia do contrato de Morales passou despercebida ante a euforia cidadã que saudou ruidosamente a classificação de Bolívar de La Paz a semifinais da Copa Libertadores, pela primeira vez desde a criação do torneio latino-americano.

Arquivado Em: