crise na ucrânia

Homens armados tomam a Prefeitura e a polícia de Gorlovka

Uma dúzia de cidades do leste da Ucrânia estão nas mãos de ativistas pró-russos Alexandr Turchínov diz que as Forças Armadas estão em alerta de combate ante a "ameaça" russa

Um ativista pró-russo toma conta da Prefeitura de Lugansk.
Um ativista pró-russo toma conta da Prefeitura de Lugansk. (REUTERS)

Cerca de 20 homens armados, supostamente ativistas pró-russos, tomaram durante a manhã desta quarta-feira o edifício da Prefeitura de Gorlovska e a sede da polícia local, no leste da Ucrânia . "Tomaram", disse um agente da polícia citado pela Reuters. Os milicianos, que segundo a agência de notícias Ostrov estavam uniformizados, não encontraram praticamente resistência por parte das autoridades da cidade.

As milícias pró-russas têm o controle de uma dúzia de cidades no leste da Ucrânia

Gorlovska, cidade de pouco mais de 250.000 habitantes, encontra-se a cerca de 40 quilômetros ao norte de Donetsk , capital da região homônima que há um mês é palco de uma rebelião contra o Governo de Kiev. A autoproclamada "República Popular de Donetsk" convocou há algumas semanas um referendo para o próximo dia 11 de maio.

O presidente interino da Ucrânia, Alexandr Turchínov, reagiu a estas operações e declarou em uma reunião com seus ministros que "a Ucrânia deve evitar o terrorismo para se expandir para além do leste", segundo a agência Frances Presse. "Nossa tarefa número um é evitar que o terrorismo se estenda desde as regiões de Donetsk e Lugansk a outras regiões da Ucrânia", acrescentou. Admitiu, no entanto, que as forças de segurança (ucranianas) não são "capazes de controlar" a situação e indicou que as Forças Armadas (FFAA) estão em alerta de combate ante a "ameaça" russa, segundo a cadeia russa RT. Desta forma, tropas ucranianas farão manobras militares no centro de Kiev nesta quarta-feira a noite, segundo o site do Governo. "Blindados militares atravessarão a cidade" e realizarão os exercícios. O presidente Turchinov reiterou nesta quarta-feira que as forças armadas ucranianas estavam em alerta ante o 'perigo real' de uma invasão por parte da Rússia.

As Forças Armadas ucranianas farão manobras militares no centro de Kiev durante a noite desta quarta-feira

A operação em Gorlovska segue à tomada de Lugansk, cidade fronteiriça com a Rússia por parte dos separatistas pró-russos. Já são uma dúzia as cidades da região industrial de Donetsk (leste da Ucrânia) que caíram nas mãos de ativistas pró-russos nas últimas semanas. Estas cidades são: Donetsk, Slaviansk, Gorlivka, Makiivka, Artemivsk, Yenakieve, Khartsyzk, Zhdanivka, Kirovske, Torez, Kostyantynivka, Pervomaisk e Mariupol. Esta última foi recuperada por Kiev no dia 25 de abril.

Arquivado Em: