Maradona denuncia sua ex-noiva por roubo

O astro do futebol culpa Rocío Oliva pelo crime que ocorreu na sua casa de Dubai A relação, que durou pouco mais de um ano, acabou no mês passado, depois de vários escândalos

Maradona e seu ex-novia, Rocío Oliva, na foto do perfil no Twitter dela.
Maradona e seu ex-novia, Rocío Oliva, na foto do perfil no Twitter dela.

Mais uma vez, o que leva Diego Maradona às capas dos jornais argentinos é um tema que nada tem a ver com o futebol. A estrela do esporte, que se caracteriza por sua agitada vida sentimental, tornou pública há alguns dias a sua ruptura com sua última parceira, a representante de farmacêutica de 23 anos, Rocío Oliva, com quem estava saindo há pouco mais de um ano. Mas agora surgiram na imprensa do país sul-americano os motivos da tão falada separação, que, ao que parece foi por causa de um suposto roubo que Maradona sofreu em sua casa em Dubai. O atleta culpa Oliva pelo crime.

"Por Diego ponho as mãos no fogo, mas ele está rodeado de más companhias", explicava em um programa de televisão a já ex-namorada de Maradona na quarta-feira passada, ao se referir às amizades do astro. "Chegaram a acusar também a minha mamãe de ladra e isso eu não gostei". Oliva não perde as esperanças de voltar para p lado do ex-jogador argentino, 30 anos mais velho que ela, mesmo ele já tendo feito uma denúncia contra ela.

O roubo ocorreu quando ambos viviam juntos nos Emirado Árabes, onde Maradona mora há alguns anos. O relacionamento acabou em março, embora a explicação que tenha sido dada na época foi que o atleta não aguentava os caprichos de sua namorada, que chegou a ameaçá-lo de participar de um programa de dança na televisão caso ele não se casasse com ela. A garota, então, voltou a Buenos Aires. Pouco antes, no dia 14 de fevereiro, eles noivaram.

E depois de denunciar Oliva por um roubo que ainda não foi esclarecido, Maradona exigiu que ela devolvesse todos os presentes que ele tinha dado durante o tempo que estiveram juntos. Ela não duvidou em contar o fato durante uma entrevista para a televisão. "Entreguei a ele alguns pingentes, uma gargantilha e meu celular", confessou. Mas, depois de relatar detalhes de sua relação com o Pelusa, concluiu com segurança: "O amor ainda não acabou".

Arquivado Em: