Seleccione Edição
Login
Copa do Mundo 2014

Os hotéis nas cidades sedes têm mais de 60% de reservas fechadas

O Rio de Janeiro é a capital com maior nível de quartos reservados para os jogos que serão realizados no estádio do Maracanã

Faltando pouco mais de dois meses para a Copa, 200.000 diárias de hotel já foram vendidas nas 12 cidades sedes que acolherão os jogos do Mundial a partir de 12 de junho. As 16 principais redes hoteleiras no Brasil têm somente 36% das unidades disponíveis, segundo o Fórum de Operadores Hoteleiros no Brasil (FOHB), que responde por 18% do total de leitos. Outros 45% dos quartos já estavam vendidos, e 19% estão reservados para a Match, agência oficial da FIFA, que vende pacotes completos para turistas. No final de janeiro, o porcentual disponível era de 40%, e outras 20% das ocupações retidas pela Match. Olhando cidade por cidade, a capital com maior índice de quartos já vendidos para os dias de jogos é o Rio de Janeiro, que já garantiu a ocupação de 83% dos quartos.

O nível de ocupação nessas grandes redes hoteleiras está diretamente ligado à atratividade dos jogos que serão realizados na capital carioca. Nos dia 15 de junho, por exemplo, está previsto o jogo de Argentina X Bósnia. Nesse dia, 79% das habitações estão reservadas e só há 15% disponíveis – há, ainda, 6% das vagas bloqueadas pela empresa Match. No dia 18 de junho, a partida Espanha X Chile já garantiu 82% das ocupações. A final, que deve acontecer no estádio do Maracanã no dia 13 de julho, já garantiu a reserva de 87% dos quartos entre os dias 12 e 13.

São Paulo é a capital com maior número de vagas em aberto, segundo o FOHB, pela grande oferta de hoteis - 42.000 quartos no total. O levantamento do Fórum mostra que ainda há uma média de 54% de quartos para alugar durante as oito partidas que acontecerão na cidade, incluindo o jogo de abertura (Brasil x Croácia no dia 12 de junho), no estádio do Itaquerão.

Em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, há 63% das habitações hoteleiras reservadas, e 23% disponíveis. O restante está bloqueado pela Match. Os jogos de oitavas de finais (28 de junho) e as semifinais (8 de julho) foram os que geraram mais procura, mantendo apenas 10% das vagas disponíveis nas princiapis redes hoteleiras da cidade.

Já em Brasília, o jogo Brasil X Camarões (23 de junho) garantiu 78% dos quartos reservados. Em compensação, o jogo Suíça X Equador (15 de junho) demandou 53% das reservas até agora, e ainda há 37% dos quartos disponíveis ( o restante está bloqueado para a Match).

Oferta e demanda por sede nas principais redes hoteleiras

C. J.

  • Cuiabá: 54% das vagas reservadas; 17% disponíveis, 29% bloqueadas pela Match.
  • Curitiba: 44% das vagas reservadas; 32% disponíveis, e 24% retidas pela Martch.
  • Fortaleza: 62% das vagas reservadas; 21% disponíveis, e 17% da Match.
  • Manaus: 56% reservadas; 27% disponíveis, e 17% da Match.
  • Natal: 70% vendidas; 24% disponíveis, e o restante da Match.
  • Porto Alegre: 50% dos quartos vendidos; 22% disponíveis e 28% da Match.
  • Recife: 56% dos quartos vendidos; 37% em aberto, e 7% com a Match.
  • Salvador: 53% dos quartos vendidos; 32% disponíveis, e 16% com a Match.
  • Belo Horizonte: 63% dos quartos vendidos; 23% disponíveis, e 14% da Match.
  • Brasília: 66% reservados; 26% disponíveis e 9% com a Match.
  • Rio de Janeiro: 83% dos quartos vendidos; 10% disponíveis e 7% com a Match.
  • São Paulo: 22% reservados; 54% disponíveis e 24% com a Match.

MAIS INFORMAÇÕES