CASO NEYMAR

O Barça disse à FIFA que a transferência de Neymar custou 17,1 milhões de euros

O clube especificou que os documentos conformam "a totalidade" da venda do jogador brasileiro, "sem que existam outros acordos ou compromissos de pagamento, nem com o Santos nem com terceiros"

Rosell abraça Neymar na apresentação do jogador.
Rosell abraça Neymar na apresentação do jogador.ALBERT OLIVÉ (EFE)

O Barcelona notificou em  1o de agosto de 2013 à FIFA que a transferência de Neymar custou 17,1 milhões de euros, mais dois milhões facultativos no caso do jogador conseguir a Bola de Ouro. O documento do clube, assinado pelo chefe de gerenciamento esportivo Josep Llorca, é uma resposta a um pedido da FIFA. Foi o que revelou o Globo Esporte, da Globo. A nota do Barcelona especifica que “os documentos são referentes a totalidade dos acordos sobre a transferência do jogador do Santos ao Barcelona, sem que existam outros acordos ou compromissos de pagamento, nem com o Santos nem com terceiros, que sejam considerados parte do contrato de passe do jogador ou tenham caráter pagamento de transfer fee [taxa de transferência]”. A informação do Globo Esporte destaca que os 17,1 milhões de euros foram divididos entre o Santos (55%) e as empresas proprietárias dos direitos de Neymar: Dis (40%) e TEISA (5%).

O Globo Esporte apresentou também uma carta assinada por Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona, e dirigida ao presidente do Santos, Odilio Rodriguez, na qual Rossel explica que o valor restante até chegar aos 57,1 milhões publicados no site do clube, estão relacionados “com outros pagamentos que o Barça deve enfrentar para resolver acordos anteriores com outras partes. Aqueles pagamentos adicionais são um custo extra para o Barça e estão diretamente relacionados com a compra de Neymar, mas não são relativos ao Santos e, obviamente não está considerada a taxa de transferência”. A diferença entre 57,1 milhões e 17,1 são 40 milhões, a quantidade precisamente paga pelo Barcelona a N&N, a empresa familiar de Neymar.

Arquivado Em: