casamento gay

A prefeita de Houston se casa com sua companheira

O casamento se celebrou em Palm Springs porque não pôde ser realizado em Houston, já que o Estado do Texas não permite as uniões de casais do mesmo sexo

Annise Parker e sua companheira Kathy Hubbard durante o casamento / RICHARD HARTOG (REUTERS)
Annise Parker e sua companheira Kathy Hubbard durante o casamento / RICHARD HARTOG (REUTERS)

A prefeita que quarta maior cidade dos Estados Unidos, Annise Parker, se casou esta semana com sua companheira Kathy Hubbard. O casamento não pôde ser celebrado em Houston, já que o Estado do Texas não permite uniões de casais do mesmo sexo. A cerimônia, então, ocorreu em Palm Springs, Califórnia.

Embora a política tenha esperado muito tempo com a esperança de poder concretizar sua união no Texas, ela decidiu dar o passo ao invés de aguardar que seu estado se una aos outros 17 que reconhecem as uniões de casais do mesmo sexo, além do Distrito de Colúmbia. Como prefeita de Houston, Parker enfrentou o dilema de ser uma figura pública de alto perfil em um Estado conservador nos temas sociais e religiosos.

Parker tornou a notícia de seu casamento pública alguns dias depois que dois juízes federais eliminassem os obstáculos para casamentos entre homossexuais nos estados de Oklahoma e Utah. “É um dia muito feliz para nós. Tivemos que esperar muito tempo para formalizar nosso compromisso mútuo. Kathy está ao meu lado por mais de duas décadas, me ajudando a criar uma família, cuidando da minha carreira política e me acompanhando nos altos e baixos da vida, que vêm com uma relação. É o amor da minha vida”, disse Parker em uma declaração.

O casamento ocorreu na quinta-feira passada, 16 de janeiro, dia em que o casal comemorava 23 anos de união. Consultada por EL PAÍS, a assessora de imprensa da prefeita, Janice Evans, disse que a decisão da Corte Suprema no ano passado foi um passo decisivo para Parker. Com aquela decisão, o tribunal determinou que os casais do mesmo sexo casados legalmente têm os mesmos direitos federais que os casais heterossexuais.

Em uma entrevista posterior, Parker disse que já não estava preocupada se o casamento gay seria aceito no Texas enquanto ela estivesse viva. "Após a decisão da Corte Suprema, é algo que acontecerá”, assegurou.

O casamento da prefeita acontece em um momento no qual a opinião pública norte-americana vive uma importante mudança de postura em relação a este tema e parece a cada vez mais aberta a este tipo de uniões. Segundo a consultora Gallup, em 2013 54% da opinião pública respaldava o reconhecimento legal dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Em 2004 a cifra era de 42%.

“Felicitamos a prefeita e a sua nova esposa. Estamos esperando o dia em que o casamento reconhecido perante a lei da Califórnia possa também ser no Texas”, comentou o ativista de Human Rights Campaign, Paul Guequierre.

Em novembro de 2013 Parker anunciou que os casais do mesmo sexo que reconheçam estas uniões em outro Estado e que trabalhem para a cidade de Houston, podem receber o mesmo plano de saúde e de seguro que os casais heterossexuais. Os republicanos foram à justiça para tentar impedir esta decisão. A equipe da prefeita informou que Kathy Hubbard tem outras opções de saúde disponíveis e que não compartilhará este benefício com sua nova esposa. Parker assumiu seu cargo em janeiro de 2010, colocando Houston nas manchetes como a maior cidade no país com uma prefeita abertamente gay.

Arquivado Em: