casamento gay

O Rio de Janeiro realiza o primeiro casamento coletivo de homossexuais

Enquanto uma pesquisa revela que 25% dos brasileiros acham que a homossexualidade deve ser desencorajada, a cerimônia oficializa a união de130 casais do mesmo sexo

Jorge Ferreira e Alex Magalhães exibem as alianças recém-trocadas. AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA
Jorge Ferreira e Alex Magalhães exibem as alianças recém-trocadas. AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA

O Rio de Janeiro realizou neste domingo 08, o primeiro casamento coletivo para homossexuais. Segundo a organização do evento, 130 casais celebraram a união na cerimônia.

O evento ocorre no mesmo dia em que uma pesquisa do Instituto Datafolha revelou que 25% dos brasileiros acham que a homossexualidade deve ser desencorajada por toda a sociedade. Por outro lado, 67% acreditam que a homossexualidade deve ser aceita pela população. Outra coincidência do calendário é o fato da cerimônia ter sido realizada no dia em que, no Brasil, é comemorado o Dia da Justiça e Dia da Família.

O evento ocorreu no prédio do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, onde três casamentos coletivos já haviam sido realizados anteriormente, embora nenhum deles fosse entre casais do mesmo sexo.

Segundo a organização do evento, 68% dos casais eram lésbicas, 32% eram gays e uma transexual casando-se com seu companheiro.

Após a cerimônia, os recém-casados comemoraram o matrimônio em uma recepção oferecida pelo Governo do Rio de Janeiro, com bem-casados, bolo, coquetel e a valsa dos casais.

Embora essa seja a estreia do Rio de Janeiro, outras cidades brasileiras já realizaram casamentos coletivos para oficializar uniões entre pessoas do mesmo sexo, como, por exemplo, São Paulo, Campinas (SP), Uberlândia (MG) e Campo Grande (MS).