Basinger volta às passarelas com 60 anos

Depois de renegar a moda, a atriz assina pela mesma agência de modelos de sua filha "É uma das mulheres mais belas que existiu", opina seu polêmico ex, Alec Baldwin

Kim Basinger, durante a pré-estreia de Grudge 'Match', em 16 de dezembro.
Kim Basinger, durante a pré-estreia de Grudge 'Match', em 16 de dezembro.CORDON PRESS

Como se costuma dizer nestes casos, quem teve, reteve, e guardou para a velhice. De velha, pouco, mas a atriz e modelo Kim Basinger, a mesma que deixou louca toda uma geração nos tempos de Nove semanas e meia, reteve toda sua beleza e, aos 60 anos, confirmou seu regresso ao mundo da moda. Assim começou a carreira de uma mulher que sobreviveu os caprichos de Hollywood, a pressão dos paparazzi e os escândalos, procurados ou encontrados, em que se meteu no casamento e posterior divórcio com Alec Baldwin. Porque antes de ser atriz, Basinger foi modelo, descoberta para o mundo quando não tinha nem 16 anos por Eileen Ford, a fundadora da agência Ford.

Agora, Basinger acaba de assinar com outra das grandes recrutadoras de modelos, IMG. E nesta ocasião, sua descobridora foi sua própria filha, Ireland Baldwin. “Parece que tem minha idade. Juro. Seu corpo dá medo”, confessou a jovem em uma recente entrevista em referência a sua mãe. Baldwin seguiu os passos da atriz em sua carreira no mundo da moda e desde abril faz parte de IMG, a mesma agência com a que acaba de assinar sua progenitora, que posou neste mês para os fotógrafos durante a pré-estreia de Grudge Match apresentando uma linha de roupa para homens. “Kim tem um grande atrativo que nos oferece a possibilidade de buscar novas alianças no mundo da moda e do espetáculo”, declarou a IMG sobre seu novo contrato.

Considerada pela revista Empire como uma das 100 estrelas com mais sex appeal da história de Hollywood, a popular noiva do Batman de Tim Burton e validada como atriz graças ao Oscar que conseguiu depois de seu trabalho em LA Confidencial, Basinger praticamente desapareceu de Hollywood durante a última década, relegada a papéis secundários ou de mãe, que escassamente mostraram seu talento ou, inclusive, sua beleza. Além disso, seu labor artístico ficou afogado nesta mesma década pelo escândalo, em geral relacionado ao seu ex-marido, o polêmico Alec Baldwin, de quem separou-se em 2002, e pela filha de ambos, Ireland, e seus contínuos intercâmbios de insultos públicos depois de um divórcio difícil.

Kim Basinger e sua filha Ireland Baldwin, em um 'selfie', que postaram no Twitter.
Kim Basinger e sua filha Ireland Baldwin, em um 'selfie', que postaram no Twitter.CORDON PRESS

Agora, inclusive seu ex, que nem sempre expressou seus melhores desejos para a atriz, coincide com a opinião da agência de modelos e de sua filha ao dizer isso de que Basinger é “obviamente uma das mulheres mais belas que nunca existiu”. Um regresso como modelo que não deixa de ser irônico, já que antes de se decepcionar com Hollywood como atriz, Basinger não duvidou em contar - mais de uma vez publicamente- suas más experiências no mundo da moda onde, disse, se sentia afogada porque era muito difícil lutar de uma forma tão constante com sua imagem.

Arquivado Em: