Morre Peter O'Toole, o olhar de Lawrence de Arábia

O ator, que atingiu o estrelato no papel do coronel britânico, falece aos 81 anos, segundo seus empresários

Peter O'Toole caracterizado como Lawrence da Arábia (1962).
Peter O'Toole caracterizado como Lawrence da Arábia (1962).agencia album

O ator britânico Peter O’Toole morreu aos 81 anos, segundo informaram nesta tarde seus empresários. O’Toole atingiu o estrelato absoluto graças a sua interpretação, em 1962, de Lawrence da Arábia, polêmico coronel britânico que lutou na frente turca na I Guerra Mundial e que nas mãos de David Lean se converteu em um herói e um mito da história do cinema. O’Toole, indicado 8 vezes ao Oscar (pelo citado filme e por Becket, o Favorito do Rei, 1964; O Leão no Inverno, 1968; A Classe Governante, 1972; Adeus, Mr. Chips, 1969; O Substituto, 1980; Um Cara Muito Baratinado, 1982 e Vênus, 2007) só recebeu finalmente um Oscar honorífico em 2003. O ator, sempre afiado, escreveu então à Academia de Hollywood recusando a honra com uma carta na qual pedia um adiamento: "Ainda sigo no jogo, ainda poderia ganhar esse patife encantador. Poderia a Academia adiar as homenagens até que eu complete os 80?", perguntava. Finalmente, se curvou às homenagens e viajou a Los Angeles para receber a estatueta e o aplauso de seus colegas, que reconheciam sua longa carreira e seu enorme encanto.

Em todo caso, ninguém se surpreendeu com a reação do ator, um homem provocador, que somava problemas de saúde por seu apego ao álcool (se gabava de episódios históricos de embriaguez, apesar de pelo caminho ter perdido o estômago e os intestinos e ter convivido com um pâncreas doente) e que sempre foi pouco amigo das correções. O'Toole dava seus primeiros passos como ator no teatro interpretando papéis de Shakespeare. O salto para a televisão chegou em 1954, e ao cinema, em 1959. De pai irlandês e mãe escocesa, sua data e local de nascimento sempre estiveram rodeados de mistério e imprecisão, e enquanto algumas fontes asseguram que nasceu em Connemara (Irlanda), para outros é oriundo de Leeds (norte da Inglaterra). Diante de essa ambiguidade, o próprio O'Toole aceitava como data válida de seu nascimento 2 de agosto de 1932.

O'Toole deixa duas filhas, Pat e Kate, de seu casamento com a atriz Siân Phillips, e um filho, Lorcan O'Toole, de sua colega Karen Brown.

Arquivado Em: