Duas cidades, um só cenário

Cidade do México e São Paulo, as duas cidades mais populosas da América, têm algo em comum apesar de se encontrarem a quase 8.000 quilômetros de distância

Avenida Paulista, o símbolo de São Paulo, vazia.
Avenida Paulista, o símbolo de São Paulo, vazia.Bosco Martín

Cidade do México e São Paulo, as duas cidades mais populosas da América, tem algo em comum apesar de se encontrarem a quase 8.000 quilômetros de distância. Suas duas principais artérias, o Paseo de la Reforma e a Avenida Paulista, projetadas no século XIX como símbolo da elegância cosmopolita de suas elites, se converteram há décadas no cenário dos movimentos sociais de cada país. Das manifestações de pesar às passeatas de protesto, seus arranha-céus e calçadas foram historicamente testemunhas do pulso político de suas sociedades. Dois manifestódromos da América que EL PAÍS convida a revisitar.

Mais informações