Pôster de campanha do primeiro ministro espanhol e candidato do Partido Socialista (PSOE) Pedro Sanchez.

A esquerda cresce mas ainda precisa apoios para governar

PSOE, Podemos e Compromís somariam 165 cadeiras, ficando a 11 da maioria no Congresso. Ainda há 26% de eleitores indecisos

O primeiro-ministro Pedro Sánchez, com Susana Díaz (à esquerda) e a ministra da Fazenda, María Jesús Montero, em um comício eleitoral em Dos Hermanas (Sevilha).

Uma campanha interminável na Espanha

Ao contrário do que acontece em outros países, o inimigo espanhol não é externo. A Catalunha, e ultimamente a Espanha, vivem em estado de exaltação nacional permanente

Marine Le Pen durante a entrevista realizada terça-feira em seu escritório.

“Há uma oportunidade de mudar a UE por dentro. Vamos por esse caminho”

Marine Le Pen, líder da direita francesa, diz que não é conservadora e evita a antítese com a esquerda: “Chega disso de direita e esquerda. Isso já não existe”.

A vencedora do Oscar, Charlize Theron.

“Não sou menino”: Charlize Theron revela que sua filha de 7 anos é transgênero

Como afirmou a vencedora do Oscar, sua filha Jackson lhe confessou com apenas 3 anos que não se identificava com o gênero masculino.

Sophie Turner, na estreia em Belfast (Irlanda do Norte) de 'Game of Thrones', em 12 de abril.

Sophie Turner revela que sofre de depressão há cinco anos

A atriz, que dá vida a Sansa Stark em 'Game of Thrones', conta em um 'podcast' como as redes sociais a afetaram e que se considerava "feia, gorda e má atriz"

Líridas 2019: onde e quando ver a chuva de estrelas

A chuva de líridas não é a primeira do ano, mas um de seus eventos astronômicos mais importantes. Contamos aqui como aproveitar seu máximo esplendor

Que razões justificam nesta época a apoteose do ovo de Páscoa?

Ingerimos cultura, comemos símbolos em forma de pão ou chocolate. Entenda a origem da tradição

O lado externo dos escritórios do partido Aliança Popular Revolucionária Americana.

Alan García defendeu sua inocência por carta antes de se suicidar: “Não houve contas nem subornos”

Multidão se despede do presidente peruano encurralado pela corrupção. Antes de morrer, qualificou sua morte de “demonstração de desprezo” em relação a seus adversários