FC Barcelona

Neymar ao quadrado

Diante da ausência de Messi, contundido, o atacante brasileiro assume a liderança azul-grená, mas sem chegar a concorrer com o astro argentino, enquanto Cesc ganha maior protagonismo

O LIVRO DA SEMANA

Coitadinhos dos poderosos

O analista Moisés Naím define as mudanças na luta pelo poder – cada vez mais difícil de exercer – entre os antigos atores dominantes e os micropoderes

Do “Mexican moment” à freada econômica

A dependência em relação aos EUA, a queda nos gastos públicos e a crise imobiliária emperram o avanço do país, imerso em um ambicioso processo de reformas estruturais

As manifestações pelo ‘bom senso’ chegam ao futebol brasileiro

Os jogadores profissionais criam um time para exigir um calendário mais enxuto e, assim, evitar lesões

FUTEBOL | SELEÇÃO ESPANHOLA

“Liguei para Xavi porque estávamos fazendo merda”

O goleiro regressa ao cenário onde ganhou a Copa 2010 e reflete sobre sua carreira