Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Tiroteio fere líder republicano na Câmara e outro congressista nos Estados Unidos

O atirador, que abriu fogo contra os políticos quando jogavam beisebol na Virgínia, foi morto pela polícia. Ao menos cinco pessoas foram feridas no ataque

Os Estados Unidos sentiram, na manhã desta quarta-feira, a vertigem de uma tragédia. Um homem disparou entre 50 e 60 balas contra um grupo de congressistas que jogavam beisebol na Virgínia, perto de Washington. O líder dos republicanos na Câmara dos Representantes, Steve Scalise, de 51 anos, o congressista texano Roger William e um guarda-costas ficaram feridos. O autor dos tiros, que também foi baleado, foi preso. Sua identidade ainda não foi divulgada. Todos os feridos se encontram em um quadro estável. O motivo do ataque continua sendo uma incógnita.

O tiroteio ocorreu durante um treino de membros do Partido Republicano em um campo de beisebol da rua East Monroe, em Del Ray, perto de um albergue da filial local da Associação Cristã de Moços (ACM). O congressista republicano do Alabama Mo Brooks afirmou que o agressor portava uma arma semiautomática e abriu fogo de maneira indiscriminada. “De repente escutei um ‘bam!’. Me virei. Pude vê-lo durante apenas um ou dois segundos. Ele estava na terceira base e continuou disparando contra nós... Aí ouvi Steve Scalise gritar. Ele tinha sido atingido. E, você já pode imaginar, o homem continuava disparando e eu vi todo mundo se dispersando pelo campo”, afirmou ele à CNN. O congressista disse que quatro pessoas foram feridas.

Outra testemunha disse ao The New York Times que os disparos começaram por volta das 7h20 (8h20 em Brasília) e que o agressor disparou contra os jogadores que treinavam naquele momento. O congressista republicano Tom Cotton afirmou à CBS que a equipe de beisebol do partido treinava para uma partida contra os democratas, uma tradição que já dura 100 anos.

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, informou que o presidente, Donald Trump, e o vice-presidente, Mike Pence, estão acompanhando os desenvolvimentos do incidente na Virgínia. Trump, que nesta quarta-feira completa 71 anos, se mostrou profundamente triste pela notícia. Scalise, congressista pela Louisiana, é o terceiro republicano de maior cargo na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos.

MAIS INFORMAÇÕES