Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Prepare os casacos: começa o outono no Hemisfério Sul

O friozinho sentido em muitas partes do Brasil no fim de semana não deixa dúvidas: o verão acabou

Outono

O friozinho sentido em muitas partes do Brasil no fim de semana não deixa dúvidas: o verão acabou no Hemisfério Sul. Nesta segunda-feira começa oficialmente o outono na metade sul do planeta, assim como na parte setentrional o inverno dá lugar à primavera. O que marca essas mudanças é o equinócio de outono, em março, quando o dia e a noite duram o mesmo tempo, devido à passagem do Sol pelo equador celeste do planeta.

O equinócio ocorre duas vezes ao ano, em 20 ou 21 de março e em 22 ou 23 de setembro, quando o Polo Norte e o Polo Sul se encontram à mesma distância do Sol. Nesse momento, a luz se projeta por igual em ambos os hemisférios.

As variações de data de um ano para o outro se devem aos ajustes entre os anos do calendário, incluindo os bissextos, e a duração de cada órbita da Terra ao redor do Sol, o chamado ano trópico.

Neste momento, o dia e a noite têm a mesma duração, mas no decorrer dos dias as horas de luz irão diminuindo no sul, ao mesmo tempo em que se prolongam no norte. Com a chegada do outono, dependendo da latitude, é a época em que as folhas das árvores secam e caem.

As estações astronômicas ocorrem porque a Terra gira ao redor do Sol numa órbita quase circular, mas com o eixo de rotação inclinado de forma constante a 66,5º em relação ao plano da órbita, o que produz diferentes iluminações dos Hemisférios Norte e Sul durante o ano.

O equinócio de março, por ser o começo da primavera no Hemisfério Norte, marcava o início do ano em praticamente todos os calendários da antiguidade e em vários ainda vigentes, como o persa e o indiano

MAIS INFORMAÇÕES